Página Inicial arrow Furto e Roubo de Veículos arrow Perigo no semáforo vermelho
Segunda-feira - 15 de Agosto de 2022

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase7.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Leão Serviços
ASC Service
Porto Service
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Wall Service
Método Lordello de Treinamento em Segurança
NR Service
ATS Terceirização
Grupo Vip
JSEG Vigilância
Crimes & Acidentes
Good Clean
Grupo GP
Full
Grupo Padrão
Life Condomínios
FL Terceirização
QAP Segurança
Pro Security
Protecães
Condomínio em Foco
Terras de Gênova
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Titanium
Avitran
Méthodo Gestão Educacional
Comunicação Juridica
Seguridade
Lordello Consultoria
Top Clean

Quem está On-line

Perigo no semáforo vermelho Email

A criminalidade realmente tem tirado o sossego de muita gente. Quem nunca levou um susto no trânsito com a chegada repentina de um estranho? Recentemente, entrevistei uma dentista que comentou um episódio lamentável. Certo dia, estava parada no volante de seu carro, em virtude do semáforo vermelho, quando um jovem, menor de idade, abriu a porta traseira do veículo e surrupiou sua bolsa. Ela entrou em total desespero com o susto; suas pernas tremiam, não conseguia engatar a marcha e em seguida começou a chorar, pois não tinha condições psicológicas de dirigir. Outro caso dramático sofreu o advogado M.B.F. , que estava preso no trânsito, próximo ao fórum central de São Paulo. De repente ouviu um fortíssimo estrondo. Um ladrão havia quebrado o vidro lateral traseiro do carro, subtraindo sua pasta 007, que continha importantes documentos de clientes, celular e palmtop. O caso mais angustiante se deu com uma pediatra, que também aguardava o sinal verde para seguir com seu veículo. Um garoto, que aparentava cerca de 12 anos, aproximou-se segurando um borrifador plástico e uma flanela. A condutora sinalizou com o dedo que não desejava que o pára-brisa fosse lavado. O menino mostrou-se indignado com a recusa e começou a bater com a mão no vidro, que estava totalmente fechado. A pediatra, morrendo de medo, disse que não tinha dinheiro e o garoto passou a acenar mostrando que queria seu relógio. O sinal abriu e a condutora arrancou com o carro. O menino, em represália, apertou o borrifador e um líquido esbranquiçado atingiu parte do vidro lateral. A vítima, apavorada, entrou no posto de gasolina mais próximo para se acalmar e solicitou que o frentista limpasse a sujeira feita pelo menor infrator. O funcionário, ao passar a mão, sentiu um ligeiro ardor, característico de substâncias tóxicas. Amigo leitor, é necessário uma série de cautelas ao parar o carro no farol vermelho: a) Conduza o veículo com as portas travadas, vidros fechados, equipados com película de controle solar, que dificulta a visibilidade. b) Guarde todos os pertences no porta malas, a não ser as mulheres, que devem portar bolsas pequenas, fáceis de serem escondidas embaixo do banco. c) Jamais pare o carro próximo à faixa de pedestres. Prefira posicionar seu veículo mais para trás. d) Evite ao máximo parar o carro na lateral esquerda da rua, pois é o principal foco dos bandidos. e) Não pare colado no veículo da frente. Mantenha um espaço de pelo menos meio carro. Seguindo todas estas simples orientações, você estará diminuindo riscos de abordagem criminosa e contribuindo para sua segurança pessoal, patrimonial e psicológica.

 

Dr. Jorge Lordello

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement