Página Inicial arrow Viajantes e Turistas arrow Adaptando-se a realidade local
Terça-feira - 25 de Junho de 2019

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase1.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

JSEG Vigilância
NR Service
FL Terceirização
Grupo Padrão
Avitran
Grupo Vip
Seguridade
Condomínio em Foco
Wall Service
ATS Terceirização
Comunicação Juridica
Good Clean
Full
Terras de Gênova
Grupo Titanium
Crimes & Acidentes
Porto Service
QAP Segurança
Top Clean
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Lordello Consultoria
Méthodo Gestão Educacional
Leão Serviços
Pro Security
Protecães
Grupo GP
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Associação Nacional de Agentes de Segurança
ASC Service
Life Condomínios

Quem está On-line

Adaptando-se a realidade local Email
Na visão de países considerados de primeiro mundo, ser próspero é ter amor no coração, equilíbrio entre a saúde física e mental e dinheiro para comprar o que bem quiser. Adaptando-se a realidade local

Infelizmente esse conceito americano não esta em voga no Brasil, pois temos que acrescentar um singelo item: Segurança. É importante que o amigo leitor perceba a necessidade diária de se ter em mente o que chamo de "consciência de segurança". Essa cautela é fundamental para diminuir consideravelmente o risco de ser assaltado nas ruas. Gostaria de dar um exemplo que aconteceu comigo quando morei em Buenos Aires/Argentina. Após deixar um salão de eventos, comprei um jornal local e entrei num táxi. Logo na primeira página descobri que iria acontecer uma partida de futebol, naquela noite, onde o conhecido bolero Maradona iria jogar. Tomei uma decisão: vou assistir a esse jogo. Como tenho grande preocupação com minha segurança pessoal, indaguei ao taxista:
"É seguro assistir um jogo de futebol no estádio La bombonera entre dois times rivais?". O motorista respondeu friamente: "Depende". Olhei atentamente para ele e retruquei: "Depende de que?". E ele explicou: "Da maneira que você for vestido. É aconselhável que vista traje esporte, pois se você for de terno e gravata, pode ser vitima de algum punguista".
Segui a risca as orientações do taxista; troquei de roupa; peguei um ônibus; assisti ao jogo e retornei sem nenhum tipo de problema.
Vou muito ao Rio de Janeiro ministrar cursos e participar de programas de televisão. Algumas pessoas já me perguntaram se é perigoso visitar a cidade maravilhosa. A minha resposta é sempre a mesma e idêntica a do motorista argentino: "Depende?". Imediatamente as pessoas pedem um esclarecimento e concluo desta forma: "É importante que você saiba algumas dicas de segurança:
  1. Se você não conhecer bem a cidade não alugue um veiculo, pois é perigoso você errar o percurso e entrar num morro, sem querer. Ande de táxi ou ônibus para não ter a possibilidade de se perder, principalmente nas vias expressas.
  2. Não seja o turista tradicional, com enormes chapéus, roupas coloridas, tênis com meia, maquina fotográfica a tira colo, excesso de protetor solar no rosto, bolso recheado de dinheiro e um olhar ingênuo chamando a atenção dos marginais.
  3. Seja discreto, entre no clima do carioca e curta suas férias com segurança.


Portanto oriento o leitor a tomar algumas cautelas na hora de viajar. Inicialmente analise o local para onde você vai. Coloque a roupa mais adequada para esse trajeto. Imagine o percurso mais seguro para você, tanto a pé, ônibus ou veiculo. Fique sempre atento ao que está acontecendo ao seu redor. Aproveite o passeio, mas em hipótese alguma relaxe com sua segurança pessoal.

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement