Página Inicial arrow Cartão de Banco arrow Maneira segura de se usar o "dinheiro de plástico"
Quarta-feira - 08 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase3.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Grupo Vip
ATS Terceirização
NR Service
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Avitran
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Wall Service
Porto Service
Crimes & Acidentes
Pro Security
Condomínio em Foco
JSEG Vigilância
Life Condomínios
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Comunicação Juridica
Seguridade
Protecães
FL Terceirização
Grupo GP
Grupo Titanium
ASC Service
QAP Segurança
Terras de Gênova
Top Clean
Full
Leão Serviços
Good Clean
Grupo Padrão
Lordello Consultoria
Méthodo Gestão Educacional

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Maneira segura de se usar o "dinheiro de plástico" Email

Cada vez mais os clientes estão se acostumando a usar o que chamo de "dinheiro de plástico", ou seja, os famosos cartões de crédito e de bancos. A praticidade é muito maior em relação à moeda corrente, no entanto, devemos tomar algumas cautelas para não passarmos de clientes a vítimas da criminalidade. A febre da clonagem de cartões magnéticos continua a todo vapor, por isso é de suma importância algumas orientações: a) Não carregue cartões em excesso na carteira, porte apenas aqueles que você sabe que usará no cotidiano. b) Na hora do pagamento não permita que o cartão saia de seu raio de visão, ou seja, acompanhe o funcionário na operação junto à máquina de débito. c) Não exite em pedir para o balconista, até mesmo um cliente, se afastar quando você for digitar a senha; lembre-se que é a chave do cofre onde está guardado seu dinheiro. Utilize o corpo e as mãos para não permitir que alguém, muito menos câmera de segurança, flagre você digitando a senha secreta. Impeça, assim, que ela se torne pública. d) Antes de assinar o boleto verifique se o valor está correto, para não ter surpresas desagradáveis quando chegar a próxima fatura. e) Ao lhe ser devolvido o cartão, após o débito de uma compra, verifique se é realmente o seu. É muito praticado um golpe que utiliza funcionários com índole criminosa, que trocam seu cartão por outro da mesma bandeira, mas que é produto de furto ou roubo. Os proprietários de empresas devem exigir que seus funcionários solicitem sempre RG ou CNH do cliente antes de liberar compras através de cartões de crédito ou de bancos. Outro ponto fundamental é verificar se o cartão magnético está assinado pelo cliente e se sua assinatura no boleto confere com a assinatura exarada no cartão. Se clientes e lojistas tomarem as devidas precauções, dificultarão sobremaneira a vida dos estelionatários.

 

Dr. Jorge Lordello

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement