Página Inicial arrow Proteção e Segurança arrow Cautela com a gangue dos "Flanelinhas"
Terça-feira - 23 de Julho de 2019

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase2.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

Porto Service
JSEG Vigilância
Lordello Consultoria
ASC Service
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Top Clean
Grupo Padrão
Leão Serviços
Life Condomínios
Méthodo Gestão Educacional
Seguridade
Full
QAP Segurança
Protecães
Comunicação Juridica
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Good Clean
Pro Security
Condomínio em Foco
Grupo Titanium
Avitran
Grupo GP
FL Terceirização
Wall Service
Grupo Vip
ATS Terceirização
Associação Nacional de Agentes de Segurança
NR Service
Crimes & Acidentes
Terras de Gênova

Quem está On-line

Nós temos 2 visitantes online
Cautela com a gangue dos "Flanelinhas" Email

Ao estacionarmos um veículo na rua, a possibilidade de surgir desconhecido solicitando dinheiro é grande. São os famigerados "flanelinhas" ou guardadores de autos". O tom da solicitação pode ser ameno: "Posso olhar o carro Doutor"?... ou intimidativo: "Deixa uma caixinha pra gente, que ninguém risca ou rouba seu veículo". O motorista, na maioria das vezes, sente-se "obrigado" a dar o dinheiro, pois teme pela integridade do automóvel, comprado com o suor de muito trabalho. Realizei pesquisa de campo e identifiquei 4 tipos de flanelinhas: 1) Desempregado: em razão da falta de qualificação profissional. 2) Crianças e adolescentes: geralmente manipulados por adulto. 3) Viciado: normalmente os usuários de crack travestem-se de flanelinhas para angariar dinheiro para manter o vício, mas logo avançam para a prática de crimes contra o patrimônio. 4) Bandido: utilizam o disfarce de guardadores de carro para aproximarem-se dos motoristas e realizar assaltos buscando celulares, relógios, carteiras e bolsas femininas. O problema é grave, e pasmem amigos leitores, começou no Brasil há mais de 45 anos. Portanto, algumas dicas de segurança são fundamentais: 1) Sempre que puder, coloque o carro em estacionamento particular ou de loja. 2) Na medida do possível, se for estacionar em uma rua, procure um local que, embora mais distante, não tenha presença de estranhos ao redor. É mais trabalhoso, mas muito mais seguro. 3) Quando precisar dar dinheiro a flanelinha, jamais abra a carteira em público. Separe antes alguns trocadinhos e entregue rapidamente, sem bate-papo desnecessário. 4) Ao estacionar automóvel na rua não deixe nenhum pertence à mostra. Qualquer objeto que deixar sobre os bancos ou painel, tais como blusa, celular, pacote, pasta etc., poderá se tornar objeto de desejo de marginais. 5) A película de controle solar que escurece os vidros é uma boa opção para a segurança do motorista. 6) Não esqueça de trancar portas e fechar totalmente as janelas. 7) Alarmes, travas e correntes funcionam como dificultador e podem inibir a ação de marginais amadores.

 

Dr. Jorge Lordello

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement