Página Inicial arrow Proteção e Segurança arrow Seu filho bebe? E dirige em alta velocidade?
Sexta-feira - 15 de Novembro de 2019

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase8.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Grupo Vip
Wall Service
Porto Service
Grupo Padrão
FL Terceirização
Good Clean
Crimes & Acidentes
Top Clean
Lordello Consultoria
Terras de Gênova
Seguridade
Life Condomínios
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Comunicação Juridica
JSEG Vigilância
Grupo Titanium
Protecães
Condomínio em Foco
QAP Segurança
Grupo GP
Full
ASC Service
Leão Serviços
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Pro Security
ATS Terceirização
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
NR Service
Avitran
Méthodo Gestão Educacional

Quem está On-line

Seu filho bebe? E dirige em alta velocidade? Email

Recentemente vi na televisão cena que me chocou profundamente. Um pai foi avisado pela polícia que seu filho havia se envolvido em grave acidente de trânsito. Quando chegou ao local ficou chocado ao ver o veículo praticamente partido em dois. O carro conduzido por seu filho, de 20 anos, que estava acompanhado da namorada, bateu violentamente contra um poste, às  3 h da madrugada, na Av. Robert Kennedy, no bairro do Socorro, em São Paulo. Os dois jovens morreram na hora. De acordo com depoimentos colhidos pela polícia civil, os jovens sairam da faculdade por volta das 22h30 e dirigiram-se a um bar, onde permaneceram até as 2h. A mistura de bebida alcoólica e alta velocidade redunda, na maioria das vezes, em graves acidentes, muitas vezes fatais. Amigo leitor, fico imaginando o aperto no coração de muitos pais ao darem veículo para filhos que completaram 18 anos e recém tiraram carta de habilitação. Muitos não conseguem dormir nas madrugadas dos finais de semana, e se o telefone tocar, então, o coração dispara com receio de ser a polícia informando sobre algum problema. Somente quando o(a) filho(a) coloca a chave na fechadura da porta é que os genitores podem ter sono tranquilo. Uma pergunta importantíssima se faz presente: Como pais podem minimizar riscos com filhos que pleiteiam dirigir veículos? Inicialmente, jamais incentivar que menores de idade dirijam carros ou motos, muito pelo contrário, devemos proibir. Somente ao completar 18 anos e depois de tirar a CNH (carteira nacional de habilitação), é que o jovem deve ter acesso a direção. Não presenteie seu filho com veículo equipado com motor potente. Recomendo carro com motor 1.0. As pequenas pick-ups são as mais recomendadas, pois impedirão que seu filho trafegue com muitos amigos dentro do carro e ainda impossibilita a ocorrência do famigerado "sequestro relâmpago". Mas como posso saber se meu filho está dirigindo em alta velocidade? Antigamente, pais preocupados esperavam os filhos retornarem das baladas e colocavam a mão na roda dianteira, para verificar se estava quente ou não. Se estivesse "pelando", significava que o motorista havia dirigido em alta velocidade e por isso tinha acionado os freios bruscamente, provocando altas temperaturas nas rodas. Com o avanço da tecnologia, alguns pais têm instalado rastreador via satélite no carro dos jovens. Além de ter a possibilidade de localização exata do auto através da internet, o equipamento permite saber, a todo instante, a velocidade trafegada. Por outro lado, entendo, piamente, que a prevenção, ou seja, o bate papo consciente com seu filho e bons exemplos dentro de casa, são os melhores caminhos para que ele tenha juízo e não se exponha a riscos desnecessários ao dirigir veículo automotor.

 

Dr. Jorge Lordello

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement