Página Inicial arrow Equipamentos que Protegem arrow Coletes que salvam vidas
Segunda-feira - 15 de Agosto de 2022

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase4.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Leão Serviços
Life Condomínios
FL Terceirização
QAP Segurança
Pro Security
Protecães
Condomínio em Foco
Terras de Gênova
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Titanium
Avitran
ASC Service
Porto Service
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Méthodo Gestão Educacional
Comunicação Juridica
Seguridade
Lordello Consultoria
Top Clean
Wall Service
Método Lordello de Treinamento em Segurança
NR Service
ATS Terceirização
Grupo Vip
JSEG Vigilância
Crimes & Acidentes
Good Clean
Grupo GP
Full
Grupo Padrão

Quem está On-line

Coletes que salvam vidas Email

O colete à prova de balas é um equipamento imprescindível para agentes de segurança, tanto da área pública quanto da privada, pois em virtude de sua atividade profissional estão expostos a disparos de armas de fogo, facadas ou golpes. Nos EUA, nos últimos anos, cerca de 2500 pessoas (policiais e civis) foram salvas graças ao uso desse equipamento de segurança. No Brasil, os coletes à prova de balas são controlados pelo Exército, responsável pela emissão de autorização para uso. O registro do fabricante só é concedido após exaustivos testes balísticos, seguindo a Norma NIJ 0101.3. É de se lembrar que há milhares de anos o homem já usava armaduras. Quando iam caçar, as tribos antigas prendiam peles de animais e material vegetal ao redor de seus corpos. Os guerreiros da Roma antiga e Europa medieval cobriam seus dorsos com placas de metal antes de entrar na batalha. Há vários tipos de coletes à prova de balas, dependendo do nível de proteção que foi estabelecido pela Nacional Institute of Justice dos Estados Unidos (NIJ), e que é adotado internacionalmente. O colete classificado como nível 2 protege até contra calibres 9mm ou Magnum 357. Já o nível 3A garante proteção contra o poderoso revolver Magnun 44 e a submetralhadora israelense Uzi. Encontramos, ainda, coletes que protegem até mesmo contra fuzis do tipo AR15 e M16.  De acordo com a legislação brasileira, "os coletes à prova de balas de uso permitido podem ser vendidos no comércio especializado em armas e munições. Qualquer pessoa pode adquirir, desde que portadora de autorização prévia da Secretaria de Segurança Pública". Em São Paulo, a Divisão de Produtos Controlados (DPC) da Polícia Civil, através da Portaria 03/2001, estabeleceu que os proprietários de coletes à prova de balas deverão providenciar registro mediante apresentação dos seguintes documentos: a) Requerimento padronizado b) Cédula de Identidade c) Atestado de antecedentes criminais d) Cadastro de Inscrição de Pessoa Física, CPF/MF e) Comprovante de residência atualizado f) Prova de ocupação lícita remunerada e habitual g) Declaração de responsabilidade com firma reconhecida h) Nota fiscal da loja onde foi adquirido o coletes à prova de balas ou documento que a substitua, a critério da Autoridade Policial.

 

Dr. Jorge Lordello

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement