Página Inicial arrow Golpes por Telefone arrow Golpe do Cartão de Crédito
Terça-feira - 25 de Junho de 2019

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase2.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

Avitran
Grupo Vip
Seguridade
Condomínio em Foco
Wall Service
ATS Terceirização
Comunicação Juridica
Good Clean
Full
Terras de Gênova
Grupo Titanium
Crimes & Acidentes
Porto Service
QAP Segurança
Top Clean
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Lordello Consultoria
Méthodo Gestão Educacional
Leão Serviços
Pro Security
Protecães
Grupo GP
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Associação Nacional de Agentes de Segurança
ASC Service
Life Condomínios
JSEG Vigilância
NR Service
FL Terceirização
Grupo Padrão

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Golpe do Cartão de Crédito Email
A marginalidade também tem se aproveitado do avanço da tecnologia. Cada vez mais os criminosos estão optando pelos chamados crimes à distância, tendo como grande aliada à distração das pessoas.


Preste atenção no crime que passarei a narrar. O gerente Mário está trabalhando quando recebe uma ligação pelo celular:

"Meu nome é Joyce, sou do departamento de segurança corporativa de seu cartão de crédito. Achamos estranha uma compra no valor de R$ 6.340,00, referente a uma televisão de plasma, realizada na cidade de Curitiba, em seu nome. O senhor confirma essa compra?". Mário responde aterrorizado: "Claro que não, nunca fui à Curitiba". E a atendente continua com as explicações: "Provavelmente seu cartão foi clonado. Vou acionar nossa auditoria para fazer as devidas investigações, com intuito de cancelar essa dívida em seu cartão. Inicialmente, preciso confirmar alguns dados. O senhor mora na Rua General Francisco Glicério nº. 6469". O gerente responde: "Sim, é nesse endereço que recebo o boleto mensalmente". A gentil funcionária replica: "Qualquer pergunta que o Senhor tenha, deverá chamar o número 0800, que se encontra na parte traseira de seu cartão. Por favor, tome nota do seguinte número de protocolo: 7567847. Agora preciso verificar se o Senhor está de posse de seu cartão. Por favor, pegue-o e leia o número". Mário soletra o número solicitado. Em seguida a atendente faz mais uma solicitação: "Correto. Agora vire seu cartão e leia o código de segurança, que são os 3 últimos números (ou 4 dependendo do cartão)". O gerente Mário, sem desconfiar de nada, responde: "Correto! Entenda que este procedimento é necessário para termos certeza que o cartão não estava perdido, nem tinha sido roubado, e que está em seu poder. Você teria alguma outra pergunta?". Mário agradece a gentileza, e totalmente tranqüilizado, desliga o fone. Em seguida, a falsa atendente liga seu computador e realiza uma série de compras pela Internet, com os dados fornecido pelo ingênuo Mário. O local de recebimento dos produtos é uma casa alugada com documentos falsos. No final do mês, quando Mário recebe o extrato do cartão de crédito, leva um susto, pois realizaram compras em seu nome no valor de quase 6 mil reais.

Leitor desconfie sempre de pessoas ligando com estórias mirabolantes; e jamais forneça seus dados pessoais pelo telefone fixo ou celular.

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement