Segunda-feira - 15 de Agosto de 2022

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase7.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

Leão Serviços
Life Condomínios
FL Terceirização
QAP Segurança
Pro Security
Protecães
Condomínio em Foco
Terras de Gênova
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Titanium
Avitran
ASC Service
Porto Service
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Méthodo Gestão Educacional
Comunicação Juridica
Seguridade
Lordello Consultoria
Top Clean
Wall Service
Método Lordello de Treinamento em Segurança
NR Service
ATS Terceirização
Grupo Vip
JSEG Vigilância
Crimes & Acidentes
Good Clean
Grupo GP
Full
Grupo Padrão

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
CFTV Analógico Email
No Sistema de CFTV Analógico, as imagens são capturadas pelas câmeras e transmitidas até um gerenciador (Seletores, Quads e Multiplexadores). CFTV Analógico Podem ser gravadas e armazenadas em fitas VHS, através de gravadores de vídeos profissionais (Time Lapses), ao mesmo tempo em que são exibidas em um monitor, para a devida vigilância no local de captação, pelo agente de segurança.

A principal diferença, comparado com o sistema digital, está na forma de armazenamento das imagens, enquanto no digital utiliza-se o computador, no analógico usa-se o Time Lapse (vídeo cassete). Muitos edifícios tiveram sérios problemas com o armazenamento de fitas cassetes gravadas em razão do mofo e umidade. Não podemos esquecer que a qualidade da imagem é inferir se comparada com a gravação digital.


Equipamentos auxiliares ao CFTV:
  1. Quad: Permite a visualização simultânea de imagens provenientes de 4 câmeras, dividindo-se a tela do monitor em 4 quadrantes iguais.

  2. Dual Quad: Permite a entrada de sinais de até 8 câmeras, sendo possível sequenciamento de 4 em 4.

  3. Time Lapse: é um tipo de videocassete profissional projetado para gravação de longa duração (24, 128 e até 960 horas com uma única fita cassete)

  4. Multiplexador: O Multiplexador permite que se observe e grave até 16 câmeras simultaneamente (divide a tela em até 16 subtelas). Caso se ligue uma câmera colorida no multiplexador preto e branco, a mesma será apresentada, porém em preto e branco. O multiplexador permite ainda que se chame uma câmera em tela cheia no monitor auxiliar enquanto que o gravador(caso esteja sendo utilizado) permanece gravando as 16 sem perder nenhuma das sub-telas.Porém, o multiplexador não é um simples divisor de tela: ele digitaliza a imagem e envia o sinal digitalizado para o gravador caso haja um acoplado a ele). Posteriormente, ao assistir a fita que possui as 16 câmeras gravadas juntas, o multiplexador se transforma em um demultiplexador, ou seja, é possível escolher uma câmera específica para assisti-la em tela cheia (só a câmera escolhida, vista na tela toda)

  5. Sequencial: Permite imagem seqüencial para 4, 8, 10, 12,16 câmeras

  6. Monitor: são fabricados para funcionar 24 horas por dia diferenciando-se dos televisores que são fabricados para um funcionamento de até 6 horas por dia. Podemos encontrar de 5 a 29 polegadas. Quanto aos monitores, existem diversos modelos que funcionam apenas com as imagens do circuito fechado. No entanto, é cada vez mais recomendável fazer uma integração entre o CFTV e o sistema de vídeo da casa (TV a cabo, satélite ou antena), tornando possível aos moradores visualizar a imagem gerada pelo CFTV em qualquer uma das TVs residenciais, em um canal especialmente designado para este fim. Não é aconselhável usar uma televisão caseira, para exibição das imagens e sim monitor de vídeo, conforme explicitado acima.
Dr. Jorge Lordello
 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement