Página Inicial arrow Equipamentos que Protegem arrow Entendendo o funcionamento e a importância dos Sistemas de Alarmes
Sábado - 25 de Novembro de 2017

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase7.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

Método Lordello de Treinamento em Segurança
Grupo Titanium
Méthodo Gestão Educacional
Wall Service
Grupo Vip
Pro Security
NR Service
Porto Service
FL Terceirização
Grupo GP
Lordello Consultoria
Avitran
ATS Terceirização
JSEG Vigilância
ASC Service
Leão Serviços
Full
Condomínio em Foco
QAP Segurança
Protecães
Good Clean
Top Clean
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Comunicação Juridica
Seguridade
Terras de Gênova
Grupo Padrão
Crimes & Acidentes
Life Condomínios

Quem está On-line

Entendendo o funcionamento e a importância dos Sistemas de Alarmes Email
Um sistema de alarme é um conjunto de equipamentos eletro-eletrônicos que tem por finalidade informar a violação do perímetro ou local protegido, através de sinal sonoro visual.

É um dos meios mais eficientes e baratos para prevenir acessos não autorizados, detectar incêndios, situações de perigo, etc.

Sistemas de alarmes, além de eficientes na prática, ainda afastam os ladrões. Os invasores observam muito bem os costumes e horários dos moradores e principalmente os recursos de segurança de que a casa dispõe antes de realizar uma ação. Normalmente escolhem casas que não possuem recursos de segurança para roubar.

Escolher bem um sistema de segurança e a empresa ou profissional que vai prestar os serviços de instalação é o ponto fundamental para a obtenção de bons resultados. De nada adianta ter modernos equipamentos, se estes forem instalados sem qualquer critério. Neste caso, o sofisticado sistema de segurança não demorará muito para revelar-se num grande problema. Para evitar problemas é fundamental que se realize um projeto de segurança. A experiência de técnicos especializados no assunto evita que dinheiro seja desperdiçado e garante que o equipamento instalado funcione adequadamente.

 Entendendo o funcionamento e a importância dos Sistemas de Alarmes

 

» Sistemas de Alarmes Monitorados

Os sistemas monitorados funcionam, basicamente, através de sinais enviados por linha telefônica a uma central de monitoramento que os processa e registra. Os sinais podem ser enviados à central pelo acionamento manual de um controle remoto ou por sensores instalados em pontos vulneráveis ou de maior risco, que captam movimento, calor, abertura de portas ou magnéticos.

Eficientes e preventivos, os sistemas de monitoramento de alarmes são boas opções para deixar seu lar mais seguro. Alguns têm ligação direta com uma central de operações 24 horas, que recebe os sinais sonoros em tempo real.

O Monitoramento consiste em fazer um serviço de rastreamento através dos sensores instalados com uma "Central de Alarmes". Toda vez que uma área é violada o sensor envia imediatamente uma mensagem através da linha telefônica para a "Central de Monitoramento".

Uma vez que a informação chega à central, o proprietário é prontamente informado da situação e qual a zona "quarto-sala-garagem-etc." em que houve a violação. Não localizando o proprietário, a Central de Monitoramento irá, através de uma de suas viaturas, checar no local o que houve e, se necessário, acionará os órgãos policiais para dar suporte.


» Como Escolher um Alarme

Há diversos tipos de alarmes no mercado, que se diferenciam pela sofisticação e preço. É possível optar por modelos simples ou por sistemas de alarmes mais sofisticados, porém mais seguros e confiáveis, projetados e montados especificamente para um ambiente estabelecido.

Caso queira a opção mais simples e barata verifique cuidadosamente as características do local onde vai instalar o equipamento e as indicações do fabricante, para checar se a escolha é adequada.


» Composição Básica de um sistema de alarme

  1. Central de Alarme: Cérebro de todo o sistema de alarme. Pode proteger um ou vários locais e ainda informar o local exato que ocorreu o evento através das zonas ou setores. A central recebe as informações dos sensores e periféricos disparando sirenes em casos de violações. Pode acionar também luzes e discar para números de telefone avisando sobre a ocorrência.

  2. Sensores: São ligados na central e têm como função, informar a mesma o estado do setor, se houve violação ou não. Há vários modelos disponíveis como sensores passivos, sensores ativos, sensores quebra de vidro, sensores magnéticos, sensores de impacto, sensores de fumaça, etc.

  3. Sirene: Responsável pelo sinal sonoro pode ser substituído por um sinal luminoso.

  4. Bateria: É imprescindível no sistema de alarme, tendo como principal função evitar oscilações da rede elétrica, manter o sistema funcionando na falta de energia e fornecer corrente para o disparo da sirene.

  5. Discadora: É um dispositivo que, ao disparo do alarme, telefona para números gravados anteriormente (pelo instalador ou o próprio usuário) a fim de avisar que alarme foi disparado. O aviso pode ser tipo sirene ou mensagem gravada.

  6. Fonte de Alimentação: É a responsável pelo bom funcionamento do sistema, devendo manter carregada a bateria e alimentar todos os sensores.

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement