Página Inicial arrow Evitando Acidentes arrow Mesmo quando não consumimos, nos tornamos vítimas do álcool
Quarta-feira - 22 de Janeiro de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase7.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Método Lordello de Treinamento em Segurança
Avitran
Good Clean
Crimes & Acidentes
QAP Segurança
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Protecães
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Titanium
Grupo GP
ATS Terceirização
NR Service
ASC Service
Grupo Padrão
Grupo Vip
JSEG Vigilância
Life Condomínios
Porto Service
FL Terceirização
Comunicação Juridica
Lordello Consultoria
Full
Seguridade
Condomínio em Foco
Méthodo Gestão Educacional
Pro Security
Top Clean
Terras de Gênova
Wall Service
Leão Serviços

Quem está On-line

Mesmo quando não consumimos, nos tornamos vítimas do álcool Email
Logo no primeiro plantão que trabalhei como Delegado de Polícia fui atender ocorrência na madrugada, onde um motorista, completamente embriagado, invadiu um semáforo vermelho, provocando um acidente que redundou na morte de uma moça de apenas 20 anos. Não foi fácil dizer aos pais que sua filha não voltaria mais para casa e que estava no IML local.

Preste atenção nesse relato:

"Fui a uma festa e me lembrei do que você me disse. Você me pediu que eu não tomasse álcool, mãe... Então, ao invés disso, tomei um refrigerante. Senti orgulho de mim mesma, e do modo como você disse que eu me sentiria e que não deveria beber e dirigir. Ao contrário do que alguns amigos me disseram. Fiz uma escolha saudável, e seu conselho foi correto. E quando a festa finalmente acabou e o pessoal começou a dirigir sem condições, fui para o meu carro, na certeza de que iria para casa em paz. Eu nunca poderia imaginar o que estava me aguardando, mãe... Algo que eu não poderia esperar. Agora estou jogada na rua, e ouvi o policial dizer: 'O rapaz que causou este acidente esta bêbado'. Mãe, sua voz parecia tão distante. Meu sangue está escorrido por todos os lados e eu estou tentando com todas as minhas forças, não chorar... Posso ouvir os para médicos dizerem: 'A garota vai morrer...' Tenho certeza de que o garoto não tinha a menor idéia, enquanto ele estava a toda velocidade, afinal, ele decidiu beber e dirigir, e agora tenho que morrer... Então por que as pessoas fazem isso, mãe, sabendo que isto vai arruinar vidas? E agora a dor está me cortando como uma centena de facas afiadas .... Diga a minha irmã para não ficar assustada. Diga ao papai que ele seja forte. E quando eu for para o céu, escreva 'Garotinha do Papai' na minha sepultura... Alguém deveria ter dito aquele garoto que é errado beber e dirigir. Talvez, se seus pais tivessem dito, eu ainda estaria viva... Minha respiração está ficando mais fraca e estou realmente ficando com medo... Estes são meus momentos finais e me sinto lúcida... Eu gostaria de estar nos braços dos meus pais e poder dizer a eles o quanto os amo. Infelizmente não tenho mais tempo, adeus...".

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement