Quarta-feira - 08 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase5.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Grupo Vip
ATS Terceirização
NR Service
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Avitran
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Wall Service
Porto Service
Crimes & Acidentes
Pro Security
Condomínio em Foco
Protecães
FL Terceirização
Grupo GP
Lordello Consultoria
Méthodo Gestão Educacional
Grupo Titanium
ASC Service
QAP Segurança
JSEG Vigilância
Life Condomínios
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Comunicação Juridica
Seguridade
Terras de Gênova
Top Clean
Full
Leão Serviços
Good Clean
Grupo Padrão

Quem está On-line

Nós temos 2 visitantes online
Cuidado com o olheiro Email
O bandido, após usar drogas, coloca o revólver na cintura e sai às ruas com intenção de praticar um assalto.

Cuidado com o olheiro Gostaria de fazer uma pergunta ao amigo leitor: Esse marginal possui vitima identificada, antes de deixar sua residência?

A resposta é "Não". Na verdade, o bandido perambula pelas ruas a procura de uma vítima que "facilite" seu "trabalho" criminoso. Normalmente, são pessoas desligadas e que não possuem qualquer preocupação com segurança. Outra arma utilizada pelos criminosos são os chamados "olheiros", ou seja, o bandido que está incumbido de localizar pessoas que portam dinheiro, jóias e relógios caros. Sua função é apenas identificar a vitima e avisar imediatamente (normalmente via celular) os comparsas armados que realizarão o roubo logo em seguida.

Preste atenção na narrativa de duas vítimas que entrevistei e tire suas conclusões:

1) Resolvi ir a um luxuoso shopping, mas antes de deixar a casa de meus pais tirei o relógio de ouro e várias jóias que costumo usar, colocando-os na bolsa. Ao entrar no estacionamento coberto, coloquei meu relógio e demais adornos e fui fazer algumas comprar. Após duas horas, resolvi ir embora e novamente escondi meus pertences na bolsa. Ocorre que, ao parar no primeiro farol, uma motocicleta emparelhou ao meu lado e o garupa, usando capacete e com uma arma em punho começou a gritar: "Passa o relógio de ouro e as jóias que você estava usando, senão te mato". Entreguei minha bolsa, mas mesmo assim vi a morte passando ao meu lado.

2) O publicitário F.B.A. foi a agencia bancária onde tem conta e realizou saque no valor de oito mil reais, pois precisava pagar uma dívida e o credor necessitava de dinheiro. Colocou todo o valor sacado em sua pasta, escondendo-a embaixo do banco do passageiro. Após cerca de 500 metros F.B.A. ficou preso no trânsito engarrafado, momento em que uma moto parou bem ao seu lado e um jovem que estava na garupa, sacou de uma pistola e gritou: "Passa os oito mil reais que você acabou de sacar. Entrega tudo, senão arrebento seus miolos". O publicitário, num momento de desespero, agarrou na arma do bandido e puxou com forca o braço dele. O marginal fez um disparo que atingiu o interior do carro e os ladrões resolveram fugir, sem nada levar. F.B.A. está fazendo tratamento psicológico para se recuperar dos danos emocionais que sofreu.

Portanto, é importante que o leitor tenha sempre em mente que devemos confiar desconfiando. Tome muito cuidado com as pessoas desconhecidas que estão ao seu lado. Evite bater papo com estranhos. Os tempos mudaram. Vivemos num mundo perigoso e temos que nos adaptar a nova realidade como forma de sobrevivência.

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >