Página Inicial arrow Compra e Venda de Autos arrow DETRAN alerta sobre os cuidados ao vender o carro
Sexta-feira - 31 de Outubro de 2014

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase4.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
ASC Service
NR Service
Grupo Titanium
Lordello Consultoria
Protecães
Seguridade
ATS Terceirização
Wall Service
QAP Segurança
Avitran
Leão Serviços
Comunicação Juridica
Grupo Padrão
JSEG Vigilância
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Life Condomínios
Top Clean
FL Terceirização
Full
Good Clean
Grupo GP
Crimes & Acidentes
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Condomínio em Foco
Terras de Gênova
Méthodo Gestão Educacional
Grupo Vip
Pro Security
Porto Service

Quem está On-line

Nós temos 6 visitantes online
DETRAN alerta sobre os cuidados ao vender o carro Email
Quantas vezes você já recebeu em sua casa notificação de multa, IPVA e outros débitos de um carro que já foi vendido há muito tempo? Isso ocorre porque a pessoa que comprou o carro não fez a transferência do veículo e todos os débitos estão sendo creditados ao antigo dono. Cuidados ao vender o carro Para que você não corra o risco de ter que pagar uma dívida que não é sua, acumular pontos na habilitação ou ainda responder a um processo por algo mais grave que possa acontecer, o Detran-SP orienta que antes de assinar o documento de transferência preencha completamente o CRV (Certificado de Registro do Veículo), coloque a data da venda e reconheça firma de sua assinatura.

Jamais entregue o documento ao atual proprietário sem seguir esses procedimentos. O Detran aconselha também que ao vender o veículo fique com uma cópia autenticada de toda a documentação de venda. Além disso, informe o Detran da venda do veículo, entregando uma cópia autenticada do comprovante de transferência de propriedade no Detran/Protocolo Geral (1º andar) ou na Ciretran de sua cidade, sob pena de ter que se responsabilizar pelas penalidades impostas e suas reincidências até a data da comunicação.

Esse procedimento está previsto no artigo 134, do Código de Trânsito Brasileiro:

  • No caso de transferência de propriedade, o proprietário antigo deverá encaminhar ao órgão de trânsito do Estado dentro de um prazo de trinta dias, cópia autenticada do comprovante de transferência de propriedade, devidamente assinado e datado, sob pena de ter que se responsabilizar solidariamente pelas penalidades impostas e suas reincidências até a data da comunicação.
  • O novo proprietário, por Lei, tem 30 dias para fazer a transferência, a contar da data da venda, que consta do CRV.
  • Se no prazo estipulado o carro não for transferido, orientamos que o antigo dono faça o bloqueio do veículo por falta de transferência, um documento que o protege de qualquer tipo de problema. O procedimento é simples e está disponível no site do DETRAN (www.detran.sp.gov.br) - ícone Veículos – Bloqueio.
  • Feito isso, o usuário receberá uma via do requerimento devidamente protocolado que servirá como documento caso aconteça alguma coisa com o veículo. Com o veículo bloqueado por falta de transferência, o atual proprietário ficará impossibilitado de licenciar o veículo, sem antes realizar a transferência e quitar todos os débitos.
  • Informamos que circular com o veículo sem estar devidamente licenciado acarreta multa de R$ 191,54, sete pontos na carteira (multa gravíssima) e apreensão do veículo.
  • Informamos que o fato do veículo estar bloqueado por falta de transferência não significa que os débitos referentes ao veículo como multas, IPVA e DPVAT não sejam encaminhados ao antigo proprietário, pois todos os débitos serão enviados para o endereço que consta do cadastro do veículo.
  • Com relação aos pontos referentes às multas cometidas pelo atual proprietário, aconselhamos que o condutor compareça ao Setor de Pontuação do órgão onde a CNH está cadastrada, de posse dos documentos que comprovem a venda do veículo para que os pontos possam ser retirados da CNH.
  • Orientamos que, passado 30 dias da data da venda do veículo, o antigo proprietário pesquise pelo número do Renavam do carro no www.fazenda.sp.gov.br - ícone IPVA se a transferência foi efetuada. Caso isso não tenha sido feito, pedimos que siga os procedimentos acima mencionados e bloqueie o veículo por falta de transferência.
  • Informamos que o serviço é isento de taxa e você das responsabilidades por um veículo que não é mais seu.

Mara Cruz
Assessoria de Comunicação do Detran-SP
Este endereço de email está protegido de spam bots, necessita ter o Javascript activado para o poder visualizar
 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement