Página Inicial arrow Caixa Eletrônico (24h) arrow Como agem os estelionatários
Domingo - 05 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase1.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Visite nosso canal no Youtube!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Pro Security
Leão Serviços
Comunicação Juridica
Méthodo Gestão Educacional
ATS Terceirização
NR Service
Terras de Gênova
Top Clean
FL Terceirização
Life Condomínios
Full
Grupo Titanium
Grupo Vip
Grupo GP
Condomínio em Foco
Avitran
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Protecães
Porto Service
Lordello Consultoria
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Good Clean
JSEG Vigilância
Seguridade
QAP Segurança
ASC Service
Crimes & Acidentes
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Wall Service
Grupo Padrão

Quem está On-line

Como agem os estelionatários Email
Você tem hábito de sacar dinheiro em caixas eletrônicos localizados nos bancos ou até mesmo os que ficam nas ruas? Se a resposta for afirmativa, insisto para que prossiga a leitura, para aprender as artimanhas usadas pelos larápios hoje em dia.

Como agem os estelionatários É do conhecimento de todos que os cartões de crédito e de banco viraram mania nacional e cada vez mais os talonários de cheques estão sendo deixados para trás. O brasileiro mudou de hábito e passou a carregar em sua carteira uma infinidade de cartões magnéticos e pouco dinheiro. Durante meus cursos na área de segurança percebi claramente que as pessoas que insistem em portar vários cartões, dificilmente se lembram de todas as senhas.

Aí começa o perigo, pois o marginal que pratica o seqüestro relâmpago talvez não acredite que a vítima não se recorde das senhas de suas contas, podendo ter reações imprevisíveis. Minha função neste site é fornecer dicas importantes de segurança para serem colocadas em prática imediatamente. Na verdade, desejo que você não corra riscos desnecessários. Portanto, devemos ficar de "olho vivo" para evitar que malandros subtraiam seu dinheiro, no momento em que você entra num caixa eletrônico.

É importante que você tome ciência dos novos golpes e saiba como evitar a ação desses espertalhões.

» Golpe da Fita Adesiva: O marginal insere no vão destinado a penetração do cartão, uma fita adesiva. Quando o primeiro cliente coloca o cartão magnético na máquina, ele fica retido. O cliente entra em desespero, mas logo aparece uma pessoa, com ar de bom moço, oferecendo ajuda para solucionar o problema. Ele pede que a pessoa digite a senha para que o cartão saia naturalmente. O malandro decora a senha digitada, sendo certo que o cartão não é cuspido da máquina. O estelionatário finge usar seu próprio celular para falar com a central de atendimento e a vitima é orientada no dia seguinte a procurar o gerente do banco e providenciar outro cartão.

Portanto, se a máquina engolir seu cartão, aperte imediatamente o botão de encerramento da operação e peca ajuda em seguida a um funcionário do banco e se for caixa 24 h de rua, ligue para a central de atendimento solicitando cancelamento do seu cartão.


» Troca de cartão: Os clientes (geralmente idosos) que tem dificuldade para operar os caixas eletrônicos são os alvos preferidos dos estelionatários. Os malandros ficam "passeando" no interior dos estabelecimentos bancários procurando alguém "apanhando da máquina". Com muita educação, o gatuno oferece ajuda, pedindo que a vítima digite sua senha a qual é memorizada rapidamente. Na hora de devolver o cartão o malandro troca-o por outro. No instante que a vitima foi embora o espertalhão faz uso do cartão e senha obtidos para rapar o dinheiro do incauto. Desta forma, não permita que ninguém encoste-se a seu cartão de banco, mesmo se ele cair no chão. Jamais digite sua senha na presença de estranhos. Use sempre seu corpo para tampar a visão dos outros e somente aí, realize a operação bancária. Em caso de dúvida, saia da fila e procure um funcionário identificado com crachá do banco para atendê-lo.


» Teclado Bloqueado: Esse ardil funciona nos caixas onde não é necessário introduzir o cartão, pois conta com leitor óptico. A vítima ao passar o cartão pelo leitor óptico, perceber que o teclado esta bloqueado. Nesse exato momento, entra em ação o marginal, sempre educado e cortez, oferecendo ajuda. Ele pede que a vítima digite a senha, mas mesmo assim o teclado continua bloqueado. Desta forma, a vítima agradece o auxílio, vai embora e o malandro com sua enorme habilidade, desbloqueia a máquina e saca o dinheirinho do cliente desavisado.


» Falso Telefonema: O golpista telefona para o cliente fingindo ser funcionário do banco. Conta uma estória, das mais variadas e solicita a confirmação do número da conta e senha. Com esses dados o marginal transfere seu dinheiro para outras contas abertas com documentos falsificados. Se você aprender a confiar desconfiando, tenho absoluta certeza que ninguém colocará a mão no seu rico dinheirinho.

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior
 AdvertisementAdvertisement