Página Inicial arrow Prédios e Condomínios arrow Sequestro relâmpago vira invasão a prédio
Sábado - 21 de Maio de 2022

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase5.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Visite nosso canal no Youtube!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

FL Terceirização
Pro Security
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Life Condomínios
Top Clean
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Titanium
Comunicação Juridica
Crimes & Acidentes
Terras de Gênova
Condomínio em Foco
Método Lordello de Treinamento em Segurança
ATS Terceirização
Protecães
JSEG Vigilância
Seguridade
Grupo GP
Méthodo Gestão Educacional
Good Clean
Lordello Consultoria
Wall Service
QAP Segurança
Grupo Padrão
Grupo Vip
NR Service
Full
Avitran
Leão Serviços
ASC Service
Porto Service

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Sequestro relâmpago vira invasão a prédio Email

Uma mulher de 57 anos caminhava tranquilamente por uma rua na cidade de Santos/SP, quando, repentinamente, um veículo para nas proximidades. 

 

Em seguida, um rapaz desce rapidamente do auto, agarra a mulher e a leva para o interior do carro. 

 

  

 

 

Como a vítima não possuía aplicativo de bancos, os marginais resolveram ir ao condomínio onde ela residia. A polícia desconfia que trata-se da quadrilha do pix. 

 

  

 Imagens do circuito interno de câmeras mostram dois marginais no interior do prédio, mas, por algum motivo, desistiram de entrar no apartamento da vítima e saíram do local.

Minutos depois a senhora foi libertada. Estava amarrada e apresentava ferimentos pelo corpo em razão das agressões sofridas. 

Infelizmente, o famigerado sequestro-relâmpago voltou com toda força após o lançamento do PIX em set/20 e com isso condomínios têm sido invadidos. A estratégia mais comum é conseguir outros aparelhos celulares no apartamento da vítima rendida na rua e assim fazer transferências de dinheiro on line via PIX, cujas quantias são enviadas para contas abertas em nome de laranjas ou com documentação adulterada. 

Por isso, síndicos e administradores têm mais esse desafio a superar pela frente.

 

Image 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement