Página Inicial arrow Proteção e Segurança arrow Seu carro quebrou por causa de buraco na rua? Você sabe de quem cobrar o prejuízo?
Sábado - 21 de Maio de 2022

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase3.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

FL Terceirização
Pro Security
Seguridade
Grupo GP
Méthodo Gestão Educacional
Good Clean
Lordello Consultoria
Wall Service
QAP Segurança
Grupo Padrão
Grupo Vip
NR Service
Full
Avitran
Leão Serviços
ASC Service
Porto Service
Top Clean
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Titanium
Comunicação Juridica
Crimes & Acidentes
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Life Condomínios
Terras de Gênova
Condomínio em Foco
Método Lordello de Treinamento em Segurança
ATS Terceirização
Protecães
JSEG Vigilância

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Seu carro quebrou por causa de buraco na rua? Você sabe de quem cobrar o prejuízo? Email

 

É bastante comum veículos parados no acostamento em razão de dano promovido por cratera na via de rodagem. Muitos vezes o buraco não é tão grande, mas profundo o suficiente para danificar algum componente da suspensão do auto.

Nesse tipo de situação, quem fica com o prejuízo? Na maioria das vezes, é o dono do carro que vai arcar com as despesas do conserto. Mas veja o que diz o parágrafo terceiro do art. 1º do CTB: “Os órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito respondem, no âmbito das respectivas competências, objetivamente, por danos causados aos cidadãos em virtude de ação, omissão ou erro na execução e manutenção de programas, projetos e serviços que garantam o exercício do direito do trânsito seguro”.  

 

Em vias de responsabilidade municipal, estadual ou federal, o interessado deverá recorrer ao Juizado Especial da Fazenda Pública. Se o dano ocorrer em via regulamentada por concessionária, deverá ingressar com ação no Juizado Especial Cível contra a empresa que administra aquela via, desde  que o valor não exceda 40 salários mínimos.  

Mas como provar o ocorrido? Inicialmente, recomendo registro policial e providenciar vídeos do buraco na pista e dos danos provocados no auto. Arrole testemunhas com nome, endereço e telefone, se houver. Em seguida, antes de autorizar o conserto do veículo, consiga três orçamentos e direcione o serviço ao que apresentar menor custo. Se tiver gastos médicos e hospitalares, junte as devidas notas fiscais. Se porventura o leitor trabalhar com o veículo acidentado, faça prova dos dias que ficou parado, pois também terá que ser indenizado.  

Caro leitor, o exercício da cidadania só é realmente efetivo quando o direito é requerido. De nada adianta vociferar e esbravejar nas redes sociais se não lutar judicialmente por garantias e direitos. 

 

Image 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement