Página Inicial arrow Histórias Fantásticas arrow Geração de jovens que culpa pais e o sistema
Domingo - 28 de Fevereiro de 2021

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase5.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Leão Serviços
Méthodo Gestão Educacional
Terras de Gênova
Protecães
QAP Segurança
Crimes & Acidentes
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Seguridade
ATS Terceirização
Grupo Titanium
Full
Lordello Consultoria
ASC Service
Grupo Vip
Grupo Padrão
NR Service
Condomínio em Foco
Good Clean
Grupo GP
Top Clean
Porto Service
Comunicação Juridica
Wall Service
JSEG Vigilância
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Avitran
FL Terceirização
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Life Condomínios
Pro Security

Quem está On-line

Geração de jovens que culpa pais e o sistema Email

 

Relembrando a época da escola, me veio à mente alguns professores que tive e que eu os julgava rudes e enérgicos demais. Depois que me formei na faculdade e comecei a trabalhar, entendi que esses mestres queriam extrair o melhor dos alunos, buscavam que tivessem uma boa formação escolar.  

No meu primeiro emprego, meu chefe também era um homem rigoroso, que buscava os melhores resultados para a empresa mas também para se manter no trabalho. O professor rude estava preocupado com minha formação, já o chefe...  

Sempre teremos bons alunos e aqueles nem tanto. Como de resto, existem os bons trabalhadores e os que deixam a desejar.

No entanto, atualmente, é muito grande o número de jovens, uma verdadeira legião, com pouco interesse em estudos e também em buscar emprego. São praticamente viciados no uso de celular e em jogos eletrônicos.

 

Pior ainda é o fato que boa parte deles migram para o mundo das drogas e ilicitudes. Talvez por falta de ambição profissional, material e intelectual, não fixam objetivos, não têm sonhos que não sejam os de nada fazer; não têm nada no horizonte, só o opaco presente.  

Grande parte desses moços e moças ainda têm tempo; vão amadurecer e melhor se encaixar socialmente. Mas, desde que se conscientizem e estabeleçam novos padrões de comportamento e atitude. No entanto, grande parcela deles opta por colocar a culpa nos pais por seus desajustes.

Esquecem de apontar seus próprios erros e péssimas escolhas. Não plantaram e reclamam por não conseguir colher nada.

Cabe, ainda, comentar sobre aqueles que desejam salvar o planeta ou passam o dia todo discutindo sobre política nas redes sociais e WhatsApp, mas não conseguem arrumar os próprios quartos.

 

Entram em discussões acaloradíssimas na defesa de seus ideais, mas pouco desenvolvem de útil na vida pessoal e profissional.

Repetir de ano, cabular aulas ou desafiar os professores, pode parecer engraçado na adolescência, mas na maioridade o jogo é outro; é sério e demanda respeito, noção de hierarquia e disciplina. A vida não é mais dividida em semestres, não existem mais os verões livres e a possibilidade de emendar feriados.

A última reflexão é para aqueles que ainda estão na fase estudantil. Sejam amigos dos chamados CDFs, pois num futuro, a possibilidade de virem a trabalhar para um deles é grande. 

 

Image 

 

< Anterior   Próximo >