Página Inicial arrow Prédios e Condomínios arrow A importância de o consultor de segurança conhecer a visão do cliente antes de elaborar orçamento
Sábado - 21 de Maio de 2022

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase8.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

FL Terceirização
Pro Security
Seguridade
Grupo GP
Méthodo Gestão Educacional
Good Clean
Lordello Consultoria
Wall Service
QAP Segurança
Grupo Padrão
Grupo Vip
NR Service
Full
Avitran
Leão Serviços
ASC Service
Porto Service
Top Clean
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Titanium
Comunicação Juridica
Crimes & Acidentes
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Life Condomínios
Terras de Gênova
Condomínio em Foco
Método Lordello de Treinamento em Segurança
ATS Terceirização
Protecães
JSEG Vigilância

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
A importância de o consultor de segurança conhecer a visão do cliente antes de elaborar orçamento Email

 

Consultor recebeu proposta para realizar orçamento para projeto de segurança em condomínio residencial com apenas uma torre, 12 andares e total de 24 apartamentos. O síndico enviou e-mail comentando sobre a intenção de aumentar nível de segurança e, consequentemente, minimizar riscos.

O profissional inexperiente tende a se apressar no envio do orçamento. Agindo assim, dificilmente será escolhido para realizar o serviço. 

Mas qual o motivo? 

Antes da formulação de qualquer proposta, é preciso conhecer a fundo o que deseja o síndico.

Qual é a dor do cliente?

 

Suas expectativas, o quanto está disposto a investir em melhorias, prazo para execução do projeto, qual a cultura do edifício, quais os principais reclamos dos moradores, ou seja, o consultor precisa conhecer o terreno que vai pisar para poder formular orçamento de acordo com a visão do cliente em relação ao trabalho técnico que espera receber.

Imagine cliente telefonando para restaurante e fazendo o seguinte pedido: 

“Por favor, me traga comida aqui em casa; estou com fome”. 

O atendente, com certeza, irá fazer a seguinte pergunta: 

“Qual o tipo de comida o senhor deseja receber?” 

“Quero carne”, responde o interessado.

“Mas qual tipo de carne?” 

“Filet mignon”. 

“Deseja algum acompanhamento?” 

“Somente arroz branco soltinho”. 

E qual o ponto da carne o senhor deseja que meu cozinheiro prepare?” 

“Bem passada, mas sem estar esturricada”. 

Com algumas rápidas perguntas, o atendente descobriu todas as vontades do cliente. Em seguida passou o valor da refeição e informou que a entrega levaria em torno de 30 minutos.

A mesma lógica deve seguir o consultor de segurança quanto ao cliente que deseja orçamento. 

Portanto, seguem algumas dicas para aumentar as chances de ter seu orçamento aprovado: 

 

-Peça, inicialmente, o nome do edifício, endereço completo, número de torres, de andares, quantos apartamentos por piso e número de vagas na área da garagem. Faça visita no Google Maps para conhecer um pouco mais sobre o condomínio; 

-Não mande orçamento antes de conversar bastante com o contratante por telefone e saber um pouco de suas expectativas em relação ao serviço de consultoria de segurança que necessita;

-Indague sobre as principais reclamações dos moradores, porteiros e zelador no tocante ao controle de acesso de pessoas, veículos e mercadorias e se aconteceu algum tipo de sinistro no edifício ou nas proximidades;

-Procure saber quais as prioridades que deverão ser sanadas através de soluções em segurança; 

-Para aumentar as chances de sucesso, diga que gostaria de conhecer o condomínio e se poderia marcar horário para uma rápida visita. O contato pessoal com o contratante é fundamental antes do envio da proposta;  

-Quando estiver pessoalmente com o síndico, será a hora de dar show de profissionalismo. Peça para que ele mostre “in loco” os principais problemas com a segurança a serem sanados. Mostre interesse para com as necessidades do contratante. Esse passeio pelo edifício propiciará maior conhecimento sobre as reais necessidades além de desenvolver empatia com o prospect; 

-Depois que conversar bastante com o síndico, abra seu notebook ou tablet e mostre vídeos e fotos de soluções em segurança que você já ofertou para outros clientes e tiveram excelentes resultados. Conte um pouco sobre seu currículo, experiência na área de consultoria, sua formação e etc.

-Na hora de ir embora, quando já galgou certa intimidade e confiança com o contratante, procure saber as expectativas dele em relação ao valor a ser pago pelo serviço de consultoria e se o prédio tem algum limite para fechamento; 

-Se o síndico alegar que está ocupado naquela semana, se informe com ele se o zelador pode te receber para uma breve visita. Através do zelador, o consultor de segurança poderá obter boas e ricas informações para a formulação do orçamento. Mas saiba que o ideal é ser recebido pela pessoa que tem poder decisório na escolha das propostas;

-Depois de saber mais sobre a visão do cliente, ou seja, o que busca, necessita e espera do serviço de consultoria a ser realizado, chegou a hora de formular o orçamento. Logo no início agradeça ao interessado as informações fornecidas e mostre que visitar o local foi fundamental para elaboração de orçamento de acordo com as necessidades do futuro cliente. Assim, ficará claro que você foi o único interessado em conhecer mais sobre as necessidades do contratante Junte na peça orçamentária fotos do local. Assim deixará bem claro de sua presença no condomínio; 

-No orçamento procure detalhar o serviço a ser prestado e destaque os pontos ligados às necessidades do cliente que você levantou;

-Em relação ao prazo de entrega, faça constar o esperado pelo contratante. Na mesma linha da raciocínio, faça o mesmo com prazos de pagamento. Entenda que a fase de orçamento é uma disputa com outros profissionais, sendo que o síndico deverá escolher o consultor que mais buscou atender suas necessidades e lhe deu a devida atenção;

-Por ultimo, apresente seu currículo e relação de clientes,

CONCLUSÃO: 

Deixei claro a importância de conhecer a fundo a “visão do cliente” em relação ao serviço pretendido. Muitos consultores se equivocam ao tentar impor aquilo que acham que é o melhor para o prospect. Entender a cultura do local, como pensam os moradores e quanto estão dispostos a investir em segurança, é fundamental para que o profissional experiente possa desenhar orçamento adequado e com boas perspectivas de fechamento.        

 

Image 

  

                                                             

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement