Página Inicial arrow Protegendo-se das Fraudes arrow RH: cuidado com currículos anabolizados, mentirosos e omissos
Domingo - 29 de Novembro de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase3.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Comunicação Juridica
Porto Service
Wall Service
JSEG Vigilância
Condomínio em Foco
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Vip
Pro Security
ATS Terceirização
Avitran
Seguridade
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Leão Serviços
FL Terceirização
Crimes & Acidentes
Grupo Padrão
Grupo GP
Full
Méthodo Gestão Educacional
Lordello Consultoria
ASC Service
Life Condomínios
Protecães
Terras de Gênova
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Good Clean
NR Service
Grupo Titanium
QAP Segurança
Top Clean

Quem está On-line

RH: cuidado com currículos anabolizados, mentirosos e omissos Email

 

O primeiro pedido que é feito para quem se candidata a uma vaga de emprego, é apresentação do currículo. No entanto, uma pergunta não quer calar: mas será que serve para alguma coisa? Tenho minhas dúvidas.

Após larga pesquisa com departamentos de RH de empresas de pequeno, médio e grande porte, cheguei à conclusão que boa parte das informações constantes nos currículos são mentirosas.

As inverdades podem acontecer de forma anabolizada, ou seja, o candidato assistiu uma palestra e insere no documento que participou de curso completo. Faltar com a verdade pode ser tanto quanto ao local de moradia como quanto aos locais que já trabalhou. Não podemos esquecer das omissões, pois tudo aquilo que vá contra a imagem do interessado à vaga, geralmente, não é inserido.

Dizer que é fluente em inglês e não conseguir trocar dois minutos de conversa na língua americana é bastante comum. Comum também é o “falso voluntário”, que quer se posicionar como participante ativo de campanhas e atividades em prol dos mais carentes.

O motivo da demissão é outro item perigoso; a tendência do candidato é esconder a verdade sobre sua "pisada de bola" com o antigo empregador.

Esconder fatos desabonadores é uma tônica.

 

Por isso, o processo de recrutamento e seleção deve ter caráter “investigativo”. Se faz necessário conferir, detalhadamente, as informações curriculares apresentadas pelo candidato.

Para finalizar, não poderia deixar de mencionar aqueles que falsificam documentos apresentados ao RH, pois a intenção do candidato é trabalhar na empresa para promover fraude ou outro delito.

Dizem que em APPs de namoro, boa parte das informações dos cadastrados são mentirosas, principalmente no tocante à idade, peso e foto anexada, que, em média, têm mais de 5 anos.

 

Image 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement