Página Inicial arrow Histórias Fantásticas arrow Técnica para mudar hábito e rotina que está prejudicando
Domingo - 28 de Fevereiro de 2021

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase8.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Visite nosso canal no Youtube!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Leão Serviços
Good Clean
Grupo GP
Top Clean
Porto Service
Comunicação Juridica
Wall Service
JSEG Vigilância
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Avitran
FL Terceirização
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Life Condomínios
Pro Security
Méthodo Gestão Educacional
Terras de Gênova
Protecães
QAP Segurança
Crimes & Acidentes
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Seguridade
ATS Terceirização
Full
Lordello Consultoria
ASC Service
Grupo Vip
Grupo Padrão
NR Service
Condomínio em Foco
Grupo Titanium

Quem está On-line

Técnica para mudar hábito e rotina que está prejudicando Email

O leitor já pensou que a vida é feita de dois ingredientes: hábito e rotina.

Mas sabe qual a diferença entre eles?

Rotina é quando fazemos as mesmas coisas diariamente, o que acaba gerando sentimento de acomodação e em seguida surge a chamada zona de conforto. Já o hábito precisa de um “gatilho” que gera em seguida determinada ação que vai em busca de uma recompensa.

Por que esses conceitos são importantes Lordello?

Vou explicar com o seguinte exemplo: um homem decide, por orientação médica, mudar sua rotina sedentária. Matricula-se em uma academia de ginástica e paga 6 meses adiantados. Esse começo não é difícil; gera até certa motivação, levando-o a comprar tênis e roupa adequada. Depois de algumas semanas, passa a faltar alguns dias ao treino. Em dado momento, percebe que não está mais indo à academia.

Mas qual foi a dificuldade?

Simplesmente, não conseguiu gerar hábito de frequentar a academia e voltou para a rotina do sedentarismo.

A pergunta que não quer calar, é a seguinte:

“Mas Lordello, existe alguma estratégia para que um novo hábito se torne rotina na minha vida?

Claro que sim. Acompanhe o seguinte raciocínio: o hábito é formado por 3 fases. A primeira vou chamar de “gatilho”, ou seja, é a tomada de decisão em relação a alguma ação a ser realizada com frequência. A segunda fase é a “criação de nova rotina”, onde a pessoa tem que se comprometer a praticar novas atitudes seguidamente. O fechamento desse circuito tem o nome de “recompensa”, que nada mais é que o prazer ou vantagem positiva que a nova rotina trouxe.

Para termos mais chances de gerar novo hábito positivo, é preciso sentir e perceber o prazer trazido pela recompensa.

Se isso não ocorrer, a pessoa acaba por desistir e volta para sua zona de conforto, a qual já estava acostumada, sem precisar de desafios e mudanças.

Se o leitor perguntar para um aluno frequente de academia o que o motiva a treinar, com absoluta certeza ele fará relato de diversos sentimentos que lhe trazem muito prazer.

Já aquele aluno que desistiu depois de algumas semanas dirá que o motivo foi o sentimento de preguiça, chatice ou qualquer outra desculpa que o fez voltar à velha rotina de ficar deitado no sofá vendo televisão e comendo salgadinhos e doces.

Devemos entender, que hábito é a transformação de uma sequência de ações em uma rotina automática. Lembre-se que seu futuro dependerá única e exclusivamente de seus hábitos praticados no momento presente.

 

Image 

 

< Anterior   Próximo >