Página Inicial arrow Protegendo-se das Fraudes arrow O que os maiores assaltos em empresas na história têm em comum?
Domingo - 29 de Novembro de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase3.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Visite nosso canal no Youtube!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

ASC Service
Life Condomínios
Protecães
Terras de Gênova
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Good Clean
NR Service
Grupo Titanium
QAP Segurança
Top Clean
Grupo GP
Comunicação Juridica
Porto Service
Wall Service
JSEG Vigilância
Condomínio em Foco
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Vip
Pro Security
ATS Terceirização
Avitran
Seguridade
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Leão Serviços
FL Terceirização
Crimes & Acidentes
Grupo Padrão
Full
Méthodo Gestão Educacional
Lordello Consultoria

Quem está On-line

O que os maiores assaltos em empresas na história têm em comum? Email

 

ASSALTO 1) No dia 25.11.19 uma quadrilha organizada invadiu o Museu Green Vault, na cidade de Dresden, na Alemanha, e subtraiu cerca de 1 bilhão de euros (R$4,6 bilhões) em artefatos históricos. 

ASSALTO 2) Em 2008, no dia 4 de dezembro, na cidade de Paris, 4 bandidos invadiram a Joalheria Harry Winston, que fica perto da Champs-Élysées, no final do expediente. Todos os funcionários foram rendidos e os bandidos levaram joias e relógios de luxo avaliados em US$108 milhões (R$ 490 milhões).

ASSALTO 3) Em 1987, na Inglaterra, dois homens armados entraram no Centro de Depósitos na cidade de Londres e roubaram o equivalente a US$112,9 milhões em valores atuais. 

ASSALTO 4) No primeiro final de semana de agosto/2005, marginais altamente especializados invadiram a sede do Banco Central na cidade de Fortaleza. Para tanto, construíram túnel subterrâneo de 80 metros e roubaram o equivalente, na época, a US$70 milhões, quase R$ 300 milhões atualmente.  

ASSALTO 5) Em 25.07.2019 bandidos fortemente armados invadiram o Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos/SP, e roubaram, sem disparar nenhum tiro, 790 Kg de ouro avaliados em US$ 30 milhões, cerca de R$ 130 milhões. 

Depois de mencionar os maiores assaltos já registrados no planeta, urge a seguinte pergunta: 

 

ESSES CRIMES TÊM ALGUMA COISA EM COMUM? 

Claro que sim! 

Trata-se de INFORMAÇÃO PRIVILEGIADA, que é o segredo para o sucesso dessas empreitadas criminosas organizadas de grande monta. 

Mas quem fornece essas informações que deveriam ser totalmente sigilosas? 

Esses dados sensíveis foram obtidos de forma dolosa ou culposa, daqueles que obtém a informação, geralmente funcionários e/ou prestadores de serviço. 

A pergunta chave é a seguinte: 

  

Como impedir vazamento criminoso de informações privilegiadas e, consequentemente, evitar assalto programado na empresa? 

É óbvio que a resposta não é simples. Demandaria análise de diversos ângulos, mas em razão de meus estudos sobre esse tema, posso garantir que o principal foco está no momento do recrutamento e seleção do pretende ao cargo disponível.

prevenção deve ser uma preocupação constante e deve começar no momento da contratação de funcionários, que deve acontecer regida por rigoroso e detalhado processo de recrutamento e seleção com foco em segurança

Em visitas a diversos departamentos de RH, me deparei com erros e falhas incríveis de recrutadores, que se utilizando de sistemática errônea, acabam selecionando verdadeiros bandidos ou pessoas com índole duvidosa.

Levantamentos recentes mostraram que cerca de 50% das empresas nacionais já foram vítimas de desvio de dinheiro por empregados em razão do excesso de confiança. 

Toda vez que contratamos mal um funcionário, a única certeza é o prejuízo na certa. 

Quando o departamento de RH falha em sua missão de recrutar funcionários competentes e idôneos, está abrindo a torneira dos prejuízos para a empresa.

É importante que os micro, pequenos, médios e grandes empresários entendam a importância da prevenção, da proatividade. A partida de todo esse trabalho é selecionar bons candidatos, em todos os sentidos, para ajudar a empresa crescer e não afundar. 

Empresas de terceirização de mão de obra de serviço ou vigilância devem ter um comprometimento ainda maior com todo o processo de recrutamento e seleção com foco em segurança, pois a atuação, o profissionalismo e a idoneidade de seus funcionários, distribuídos nos postos de serviços, são requisitos fundamentais para o sucesso da empresa.

Diversas empresas estão encontrando dificuldades para crescer e até sobreviver devido a péssimas contratações, pois utilizam processos de recrutamento e seleção de candidatos altamente subjetivos baseados somente nos dados fornecidos por aqueles que pleiteiam uma oportunidade de emprego.

E é claro que nenhum candidato vai mostrar seu lado ruim ou seus pontos fracos, mesmo porque, seu objetivo é conseguir uma oportunidade de trabalho. 

  

Mas por que o funcionário frauda ou prejudica a empresa que lhe deu a oportunidade de trabalho? 

Encontramos duas causas: 

1) Necessidade Psicológica:

                    -Está chateado com o não crescimento profissional na empresa; 

                    -Insatisfação salarial; 

                    -Considera-se injustiçado pela empresa.   

 2) Necessidade Financeira:             

                    -Doença familiar 

                    -Perdas em jogo 

                    -Dificuldade financeira (dívida familiar) 

                    -Desagregação familiar (separação) 

                    -Envolvimento com drogas ou álcool 

  

Uma coisa é certa, toda empresa tem que ter um Plano de Prevenção de Fraudes, independentemente de seu porte. 

Propomos 3 linhas de ação: 

A) PREVENTIVA: EVITAR O PROBLEMA -  Controles que possam dificultar ou minimizar a possibilidade de falhas e fraudes na empresa, principalmente em relação ao recrutamento e seleção dos candidatos.  

B) DETECTIVA: DETECTAR O PROBLEMA - Identificação de funcionário inapto para o trabalho ou que fraudou a empresa de alguma maneira. 

C) CORRETIVA: ATUAR NO EFEITO - Corrigir, melhorar o controle. 

E lembre-se que: 

“Não corrigir nossas falhas, é o mesmo que cometer novos erros”. 

Todas as empresas querem ter funcionários altamente especializados e de inteira confiança. 

Mas o que deve ser feito para encontrar mão-de-obra com tal grau de perfeição?

Tudo se inicia no recrutamento e seleção, onde deverão ser escolhidos profissionais dentro do mercado de trabalho com basicamente duas características importantíssimas: 

  

1) Preencher os requisitos profissionais exigidos pelo cargo a ser preenchido 

2) Integridade, honestidade e probidade 

Uma coisa posso garantir ao leitor, empresas no Brasil fazem muito pouco na hora de verificar a índole do candidato a ser contratado. O esforço maior foca na verificação se a competência do interessado é compatível com a vaga pleiteada.

O resultado não poderia ser outro: 

Empresas brasileiras sofrem prejuízos gigantescos com questões relacionadas a crimes praticados, de forma direta ou indireta, por seus colaboradores, fato que, em decorrência disso, lamentavelmente, muitas encerraram suas atividades.

 

Image 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement