Página Inicial arrow Legislação arrow Lordello explica as diversas formas de maus tratos contra animais e como denunciar
Domingo - 05 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase2.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Pro Security
Leão Serviços
Comunicação Juridica
Méthodo Gestão Educacional
ATS Terceirização
NR Service
Terras de Gênova
Top Clean
FL Terceirização
Life Condomínios
Full
Grupo Titanium
Grupo Vip
Grupo GP
Condomínio em Foco
Avitran
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Protecães
Porto Service
Lordello Consultoria
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Good Clean
Crimes & Acidentes
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Wall Service
Grupo Padrão
JSEG Vigilância
Seguridade
QAP Segurança
ASC Service

Quem está On-line

Lordello explica as diversas formas de maus tratos contra animais e como denunciar Email

No começo de dez/2018, como não poderia deixar de ser, foram  intensos os comentários nas redes sociais sobre a revolta contra as atitudes covardes contra cachorros de dois homens em São Paulo, sendo que um dos animais veio a perder a vida.

Os maus tratos e abusos contra animais é crime ambiental e a punição varia de 3 meses a 1 ano de detenção, além de multa. A pena é aumentada de um sexto a um terço se ocorre morte do animal.

Pouca gente sabe, mas a legislação penal não pune apenas a agressão física, outras atitudes também são reprováveis e passíveis de condenação criminal, tais como:

a) Abandonar

b) Envenenar

c) Manter preso permanentemente em correntes

d) Manter em locais pequenos e anti-higiênicos

e) Não abrigar do sol, da chuva e do frio

f) Deixar o animal sem ventilação ou luz solar

g) Não dar água e comida diariamente

h) Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido

i) Obrigar a trabalho excessivo ou superior à sua força

j) Capturar animais silvestres

k) Utilizar animal em shows que possam lhe causar pânico ou estresse

l) Promover violência como rinhas de galo, farra-do-boi e etc.

Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

Qualquer cidadão pode fazer denúncia à polícia militar através do fone 190. Em São Paulo, a denúncia pode ser feita através do link http://www.ssp.sp.gov.br/depa, além de acompanhar o resultado das investigações.

É de se lembrar, que todos os animais existentes no país são tutelados do estado.

Na prática, uma vez concluído o inquérito policial ou elaborado Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), o Delegado encaminhará o procedimento para análise da Justiça.

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement