Página Inicial arrow Cuidados no Dia-a dia arrow Alerta máximo para quem usa celular plugado no carregador!!!
Domingo - 29 de Março de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase8.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Comunicação Juridica
Wall Service
Terras de Gênova
Top Clean
Méthodo Gestão Educacional
ASC Service
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Life Condomínios
Leão Serviços
Lordello Consultoria
ATS Terceirização
Protecães
Seguridade
Grupo Vip
Condomínio em Foco
Crimes & Acidentes
Grupo Titanium
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Pro Security
Método Lordello de Treinamento em Segurança
JSEG Vigilância
NR Service
Grupo Padrão
QAP Segurança
Porto Service
Grupo GP
Avitran
Full
Good Clean
FL Terceirização

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Alerta máximo para quem usa celular plugado no carregador!!! Email

Alerta máximo para quem usa celular plugado no carregador!!! 

Jovem morreu após explosão de smartphone; infelizmente, não é fake news!

Muitas notícias rondaram as mídias sociais nos últimos dois anos relatando explosões de aparelhos celulares com consequências graves para os usuários; até casos que teriam gerado mortes foram veículados, sem, no entanto, fontes seguras que assegurassem a veracidade.

Mas agora, o pior se confirmou!

Infelizmente, ocorreu a morte do jovem Iago Aguiar.

O fatídico caso aconteceu na cidade de Tianguá, 310 km de Fortaleza, dentro do laboratório de informática da escola onde a vítima cursava o 2º ano do ensino médio.

COMO TUDO ACONTECEU?

O adolescente desconectou o aparelho da tomada e inseriu o carregador na entrada USB do computador para a recarga. Após alguns minutos, o smartphone tocou e ao atender ele recebeu forte descarga elétrica e veio a falecer.

“MAS LORDELLO, FOI APENAS UM CASO... NÃO SEJA ALARMISTA”

Espero que você não esteja tendo esse tipo de pensamento, que é uma “negativa de prevenção”, ou seja, é não desejar enxergar os devidos riscos inerentes à circunstância, atitude que pode levar o  cérebro a desqualificar o alerta de segurança.

A causa da morte está sendo investigada pelo Instituto de Criminalística do Ceará, mas já deixo o primeiro alerta:

Não use seu celular conectado em uma rede que forneça energia.

Além do caso acima narrado, que resultou na morte do estudante Iago Aguiar, tive acesso a mais de 10 ocorrências onde celulares pegaram fogo ou explodiram, gerando, com isso, graves ferimentos nos usuários ou ocasionando incêndios.

Você tem o hábito de deixar seu celular, tablet ou notebook em cima da cama, sofá da sala ou qualquer outro lugar facilmente inflamável enquanto está ligado na tomada para carregar a bateria?

Se a resposta foi afirmativa, continue lendo esta matéria.

Pouca gente sabe, mas as baterias desses equipamentos podem explodir, principalmente em duas ocasiões:

Se com defeito de fabricação ou de alguma forma ter entrado pó ou umidade em seu interior. Essas condições podem ocasionar falha no componente de segurança que separa os polos positivo e negativo, promovendo, assim, curto circuito que poderá gerar calor em excesso e, consequentemente, derreter o invólucro. Isso provoca a entrada de ar na bateria, fazendo com que haja combustão, que pode chegar a 800ºC. O excesso de energia causará superaquecimento e possível explosão.

Mas como evitar que esses equipamentos de comunicação possam ferir ou matar os usuários e até incendiar suas casas?

1) Assim que o aparelho avisar que a bateria foi carregada, tire a tomada da corrente elétrica. Dormir e deixar o aparelho carregando é perigoso e não recomendado.

2) Não leve ao banheiro enquanto estiver tomando banho.

3) Piscina e praia podem também promover umidade na bateria, o que pode gerar problemas futuros.

4) Jamais deixe o celular exposto ao sol, no painel do carro, perto do fogão ou micro-ondas.

5) Somente use carregadores originais; da mesma marca e compatível com o modelo que tem. Jamais carregadores segunda linha, que são vendidos por ambulantes nos semáforos ou por camelôs. Não faça economia burra adquirindo carregadores piratas; alguns sequer carregam de maneira adequada ou demoram muito tempo e ainda podem danificar a bateria e promover explosão.

6) Se precisar trocar a bateria, procure adquirir as indicadas pelo fabricante. Não caia na tentação dos produtos pirateados. Lembre-se que o “barato”, geralmente, costuma sair “caro”.

NÃO SEJA IMPRUDENTE

A recomendação é que se deve sempre tirar o carregador da tomada assim que o ciclo de recarga estiver concluído e antes de atender ou fazer ligação telefônica. Outro problema levantado por especialistas, é que também existe o risco de um raio atingir a rede elétrica, principalmente em dias chuvosos.

Quando vai tomar banho, leva o aparelho com você?

Se a resposta for “sim”, continue a leitura, pois o conteúdo poderá salvar seu smartphone.

Técnicos em celulares alertam que é extremamente danoso deixar o aparelho em exposição ao vapor d’agua. Quando o espelho fica embaçado, é sinal que não deveria estar no ambiente. O principal risco é a oxidação de seus componentes. Muitas vezes, externamente o celular não fica molhado e nem com gotículas de água, mas peças internas podem ser afetadas. 

Alguns componentes podem parar de funcionar e o smartphone apresentar problemas no carregamento das informações. Pode parar de produzir imagens e deixar de fazer e receber ligações telefônicas. A câmera também poderá apresentar problemas de funcionamento.

Ao levar o celular com esse tipo de problema para conserto, ou seja, infiltração de água, pode acontecer que o técnico o recupere total ou parcialmente, mas, em muitos casos, será necessária a troca por um novo.

Portanto, pelo menos na hora do banho ou em ambientes úmidos, como sauna, mantenha-o longe do vapor d’agua. É melhor ficar alguns minutinhos sem usar do que perder em definitivo.

PARA FINALIZAR – VOCÊ SABE O QUE É NOMOFOBIA?

Nomofobia é a dependência de telefone celular. Já são mais de 7 bilhões de aparelhos em uso no planeta. Atualmente, é a maneira mais usual de acesso à internet. 

O termo nomofobia, que é a abreviação do inglês para no-mobile-phone phobia, foi criado no Reino Unido para descrever o pavor de algumas pessoas de estar sem o telefone celular disponível e pronto para ser utilizado.

34% das pessoas entrevistadas em estudo brasileiro afirmaram ter alto grau de ansiedade sem o telefone por perto.  

E o leitor, será que já foi acometido por essa síndrome?

Quer um conselho?

Tudo na vida é bom quando usado com moderação. Quanto aos aparelhos eletrônicos, siga sempre as recomendações do fabricante.

 

Dr. Jorge Lordello 

 

 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement