Página Inicial arrow Cartão de Banco arrow Caixas de lojas – cuidado com novo golpe com cartão
Quarta-feira - 15 de Julho de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase8.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

Avitran
Terras de Gênova
Grupo Titanium
Porto Service
Life Condomínios
Good Clean
Lordello Consultoria
Grupo GP
Comunicação Juridica
Grupo Padrão
ASC Service
FL Terceirização
Protecães
NR Service
Méthodo Gestão Educacional
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Leão Serviços
Crimes & Acidentes
ATS Terceirização
Pro Security
Full
JSEG Vigilância
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Seguridade
Associação Nacional de Agentes de Segurança
QAP Segurança
Grupo Vip
Top Clean
Wall Service
Condomínio em Foco

Quem está On-line

Nós temos 2 visitantes online
Caixas de lojas – cuidado com novo golpe com cartão Email

Atenção comerciantes, muita atenção.

Os estelionatários, que não param de inovar, desenvolveram um novo golpe; agora se utilizando das máquinas de débito e crédito. Durante minhas mais recentes pesquisas na área criminal, identifiquei essa nova forma, muito engenhosa, de os malandros lesarem os que trabalham com honestidade.

Para melhor exemplificar, segue o relato de um caixa de loja na zona norte de São Paulo:

“Numa sexta feira entrou no empório um homem bem vestido, com feições nipônicas, aparentando cerca de 45 anos. Ele ficou por alguns minutos passeando pelas gôndolas e separando produtos finos e caros. Entre eles, bebidas estrangeiras e alimentos de alta qualidade. Quando se apresentou no caixa, fiz a soma das compras, que  totalizaram R$ 1.850,00 Em seguida, ele sacou a carteira e tirou uma cédula de R$ 50. O restante alegou que iria pagar com seu cartão de banco. Ato contínuo, introduzi o cartão magnético na máquina de débito, digitei o valor da compra e coloquei o equipamento em cima do balcão para que o homem digitasse a senha. Como não tenho o hábito de ficar olhando a digitação do cliente, por motivos óbvios, passei a colocar os diversos produtos nas sacolas. Em seguida, ele me deu o boleto que ele mesmo imprimiu, retirou o cartão da máquina e deixou o estabelecimento. No dia seguinte, o dono do estabelecimento me procurou pra dizer que estava faltando no caixa o valor de R$ 1.800,00. Fizemos uma revisão na contabilidade e constatamos que o boleto entregue pelo homem, desse mesmo valor, era de outro comércio. Imediatamente fomos olhar as imagens das câmeras de segurança e descobrimos o golpe. O cliente, ao invés de digitar a senha, cancelou a operação e entregou para mim boleto emitido por outro estabelecimento como se fosse da nossa loja”.

Portanto, caixas de lojas devem tomar alguns cuidados na hora de efetivar o pagamento feito por clientes:

a) A máquina de débito não deve ficar solta e sim presa em equipamento para que não saia do raio de visão do funcionário;

b) Quem deve operar a máquina de débito para emissão do boleto é o caixa, jamais o cliente;

c) Deve o caixa conferir sempre o boleto para verificar se refere-se à empresa que trabalha e se o valor foi digitado corretamente;

d) Fique atento quando estiver atendendo o cliente na hora do pagamento. Não se distraia com outra pessoa e não tente fazer várias atividades de uma vez só, pois a pressa é inimiga da segurança;

e) Se porventura levantar alguma suspeita do cliente, peça documento público com foto (RG ou CNH) para confirmar se o nome constante no cartão magnético é o mesmo que o do documento;

f) Se o ciente estiver de carro, não custa anotar a placa como medida de extrema cautela.

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement