Página Inicial arrow Dicas Especiais arrow Bolsa feminina: Objeto de desejo dos marginais
Domingo - 05 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase7.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Pro Security
Leão Serviços
Comunicação Juridica
Méthodo Gestão Educacional
ATS Terceirização
NR Service
Terras de Gênova
Top Clean
FL Terceirização
Life Condomínios
Full
Grupo Titanium
Grupo Vip
Grupo GP
Condomínio em Foco
Avitran
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Protecães
Porto Service
Lordello Consultoria
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Good Clean
JSEG Vigilância
Seguridade
QAP Segurança
ASC Service
Crimes & Acidentes
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Wall Service
Grupo Padrão

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Bolsa feminina: Objeto de desejo dos marginais Email
No início de 2006 ministrei palestra sobre segurança corporativa para 400 pessoas em Curitiba. Após o evento, fui convidado para jantar em um restaurante no bairro do Batel. O local estava completamente lotado, fomos obrigados a entrar na fila de espera.

Um casal que ocupava uma das mesas me chamou atenção. Estavam completamente entretidos, se acariciando, absolutamente indiferentes aos demais freqüentadores; a cena era extremamente romântica. Por acaso, vagou uma mesa bem ao lado deles. Tirei meu blazer e ao ajeitá-lo na cadeira, notei que a carteira do rapaz havia saltado do bolso traseiro de sua calça e estava perdida no chão do restaurante.

Não tive dúvida, dei um leve toque nas costas do jovem enamorado e comentei: "Namorar é muito bom, mas deveria também zelar pela sua segurança", e exibi a carteira que havia recolhido do chão. Em seguida, fiz um comentário com a jovem que o acompanhava: "Você colocou sua linda bolsa pendurada na alça da cadeira, fora de seu raio de visão. Seria extremamente fácil para um punguista subtraí-la no momento em que estavam abraçados".

O jovem arregalou os olhos e perguntou: "O senhor é segurança do restaurante?". A resposta foi curta: "Não, sou especialista em segurança e vim para Curitiba ministrar um curso para executivos". O rapaz levantou-se e completou: "Puxa, já sei quem você é! É o Delegado Jorge Lordello, que participa pelo telefone todas as quintas feiras do programa de rádio da Maria Raffart, na FM 91 Rock & News, aqui de Curitiba. Adoro suas dicas de segurança".

Aproveitei a ocasião e lhe dei um puxão de orelha: "Não adianta gostar das informações preventivas, é preciso colocá-las em prática diariamente".

Não é somente nas ruas que devemos zelar pela nossa carteira, bolsa, celular, ipod, notebook ou qualquer outro pertence de valor.

Enquanto os jovens usam a violência para a prática de assaltos, os chamados "malandros maduros", com idade entre 35 a 60 anos, utilizam da boa aparência para transitar em locais públicos (lojas, shoppings, aeroportos, rodoviárias, restaurantes, feiras e convenções etc.) prontos para dar o bote nas pessoas que estão focadas na diversão, lazer, namoro, compras e não com a segurança pessoal.

Devemos sempre estar com um olho no peixe e o outro no gato, senão o malandro pode transformá-lo em mais uma vítima da criminalidade.

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement