Página Inicial arrow Polícia arrow Promoção “Black Friday do Crime” no Brasil
Quinta-feira - 21 de Outubro de 2021

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase5.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Terras de Gênova
Crimes & Acidentes
Condomínio em Foco
Porto Service
Comunicação Juridica
NR Service
Seguridade
Good Clean
Grupo Vip
Life Condomínios
Grupo Padrão
Grupo Titanium
Lordello Consultoria
Leão Serviços
Pro Security
Avitran
Grupo GP
FL Terceirização
Full
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Top Clean
Protecães
QAP Segurança
ATS Terceirização
Wall Service
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
JSEG Vigilância
Associação Nacional de Agentes de Segurança
ASC Service
Méthodo Gestão Educacional

Quem está On-line

Promoção “Black Friday do Crime” no Brasil Email

Com a paralização de parte da polícia capixaba no início do mês de fev/2017, era de se esperar que bandidos saíssem às ruas totalmente despreocupados e fizessem imperar clima de terror. E foi isso mesmo o que aconteceu. Centenas de carros foram subtraídos e mais de duzentas pessoas assassinadas em poucos dias.

A ausência da polícia revelou aumento vertiginoso das estatísticas criminais. Mas aconteceu algo que ninguém esperava:

Imagens de câmeras de segurança de lojas flagraram saques de mercadorias promovidas por cidadãos que não portavam armas e nem tinham passagens pela polícia. Famílias inteiras foram chegando de carro com objetivo de surrupiar mercadorias de lojas arrombadas.

                     Parecia a promoção Black Friday; mas não era!!!

Multidões invadiram grandes lojas de departamentos para carregar televisores, máquinas de lavar roupas e eletrodomésticos em geral.

A ausência da polícia revelou o caos ético e moral em que se encontra o nosso país. Ficou nítido nessa situação dramática, que o velho jargão popular realmente faz sentido, pois a “oportunidade” fez muitos ladrões.

 

E se a ausência de polícia ocorrer em outros estados brasileiros, será diferente?

Infelizmente, creio que não!

Portanto, não faço crítica pontual ao povo capixaba e sim a nós brasileiros. Há muito observo imagens de caminhões com algum tipo de carga que vêm a tombar em razão de acidentes de trânsito. Invariavelmente, em questão de minutos um formigueiro de pessoas "rapela" a carga espalhada pelo chão, como se o “achado não fosse roubado”.

 A integridade física do motorista do veículo pouca importa. O que vale mesmo é arrumar um “jeitinho” de pegar o maior número de mercadorias possível e depois se vangloriar da esperteza.

Portanto, errado quem pensa que só eventuais políticos são desonestos. Ledo engano!

 A ausência da polícia fez cair o véu da honestidade e revelou marginais e aproveitadores em pele de trabalhadores.

Mário de Andrade é autor de “Macunaíma”, obra literária de 1928 que retrata, na figura do protagonista da história, o herói brasileiro sem nenhum caráter (anti-herói).  Em dado momento do romance, o escritor coloca pensamento que perdura nos dias de hoje:

"Ora sabereis que sua riqueza de expressão intelectual é tão prodigiosa, que falam numa língua e escrevem noutra".

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement