Página Inicial arrow Pergunte ao Dr. Lordello arrow Como se dá o planejamento para um arrastão e as principais falhas cometidas pelo condomínio?
Quarta-feira - 08 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase5.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Visite nosso canal no Youtube!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Grupo Vip
ATS Terceirização
NR Service
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Avitran
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Wall Service
Porto Service
Crimes & Acidentes
Pro Security
Condomínio em Foco
JSEG Vigilância
Life Condomínios
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Comunicação Juridica
Seguridade
Protecães
FL Terceirização
Grupo GP
Terras de Gênova
Top Clean
Full
Leão Serviços
Good Clean
Grupo Padrão
Lordello Consultoria
Méthodo Gestão Educacional
Grupo Titanium
ASC Service
QAP Segurança

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Como se dá o planejamento para um arrastão e as principais falhas cometidas pelo condomínio? Email

A estratégia criminosa de invasão a prédios tem cinco fases distintas:

1) Escolha do alvo: A quadrilha precisa escolher um prédio interessante para a realização da invasão. Normalmente os marginais querem ter a certeza que um morador tenha jóias, dólares e armas guardadas dentro de casa, para valer a pena o intento criminoso. Na verdade, o que determina a escolha do alvo é uma informação privilegiada;

2) Identificação do alvo: A informação foi conseguida e um prédio foi escolhido como alvo, pois os marginais vieram a saber que um determinado morador guarda dinheiro, jóias ou armas no apartamento;

3) Avaliação de risco: Após a identificação do local do crime, resta analisar agora os riscos a serem enfrentados. Nesta fase a quadrilha precisa avaliar o esquema de segurança do prédio e decidir se vale a pena arriscar uma invasão. Devemos ter em mente que o marginal procura facilidades e não dificuldades para realizar seu trabalho criminoso. O marginal tem duas grandes preocupações:

      a) De morrer ao enfrentar a policia ou algum funcionário ou morador

      b) De ser preso pela policia ou pela vigilância do prédio.

Esse é o melhor momento para interromper a ação dos marginais. Prédios que possuam forte esquema de segurança, conseqüentemente vão inibir a ação de quadrilhas especializadas. O criminoso sempre irá escolher o alvo mais fácil, ou seja, o mais despreparado;

4) Planejamento: A quadrilha já levantou todos os dados que precisava, encontrou inúmeras fragilidades na segurança do edifício e programou dia, hora, local e forma de abordagem a portaria do prédio. Nesta fase o crime já esta em andamento, em contagem regressiva;

5) Execução: O fatídico dia chegou. Todo o esquema está preparado para a invasão. As tarefas são divididas entre os membros, de acordo com a habilidade de cada um. Vários assaltantes, fortemente armados vão invadir o prédio, enquanto outros estarão vigiando a rua, monitorando a chegada da policia e aguardando os comparsas para auxiliarem na fuga.

• PRINCIPAIS FALHAS ENCONTRADAS NOS PRÉDIOS ASSALTADOS:

- Despreparo ou displicência do porteiro: 43%
- Desatenção do morador: 26%
- Falta de equipamento adequado de segurança: 21%
- Inoperância do equipamento de segurança: 10%

Os resultados obtidos acima, são fruto de análise de diversos prédios que foram invadidos por grupos criminosos. Percebe-se claramente a importância de ter um funcionário treinado e capacitado e também do papel fundamental exercido pelos moradores, em todo processo para obtenção de segurança no condomínio. Se você deseja saber mais sobre como fazer prevenção a arrastões a condomínios horizontais e verticais, visite nosso site www.portaldosvideocursos.com.br

Image 

 

< Anterior   Próximo >