Página Inicial arrow Acidentes Domésticos arrow O playground do seu prédio é seguro para crianças brincarem?
Quinta-feira - 13 de Agosto de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase1.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Visite nosso canal no Youtube!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Méthodo Gestão Educacional
Condomínio em Foco
Crimes & Acidentes
Terras de Gênova
Good Clean
Pro Security
Lordello Consultoria
Life Condomínios
Porto Service
Seguridade
Full
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Comunicação Juridica
ASC Service
Grupo Vip
Leão Serviços
Grupo Padrão
Top Clean
JSEG Vigilância
Wall Service
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Avitran
Protecães
NR Service
FL Terceirização
ATS Terceirização
Grupo GP
QAP Segurança
Grupo Titanium

Quem está On-line

Nós temos 2 visitantes online
O playground do seu prédio é seguro para crianças brincarem? Email

Crianças na primeira infância (até 7 anos) adoram brincar no playground do condomínio onde moram ou no parquinho da pracinha do bairro. O problema é que cerca de 30% dos atendimentos em prontos socorros infantis referem-se a acidente nesses locais.

Os brinquedos que exigem mais cuidado no uso são os escorregadores e os balanços, principalmente aqueles que não têm encosto nas cadeiras. Os brinquedos devem ser instalados em pisos que absorvam impacto, como borracha, grama ou areia, para gerar efeito amortecedor em caso de quedas. Em época de frio, as crianças andam agasalhadas, mas quando utilizarem brinquedos com movimento, é imprescindível que estejam sem cachecóis e capuzes, pois podem prender em algum equipamento e gerar acidente grave e até a morte do pequenino.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) publicou em 2012 a NBR 16071, que estabelece regras de segurança e de manutenção de playgrounds de condomínios. Observe as principais recomendações:

a) Quando estiverem previstas temperaturas da superfície de contato do equipamento acima de 40 °C, deve haver cuidado na escolha do material, para evitar riscos como consequência do contato direto com a pele

b)Todos os componentes, partes e peças devem ser projetadas de forma que a chuva possa escorrer naturalmente, evitando acúmulo de água

c) Os componentes e peças de metal devem ser protegidos contra oxidação

d) Os metais expostos ao contato com o usuário devem estar protegidos por revestimento atóxico

e) As peças de plástico não podem apresentar trincas ou rachaduras

f) Se durante a manutenção for difícil determinar o momento em que o material se torna inadequado para uso, o fabricante deve indicar a frequência de substituição da peça

g) As dimensões e o grau de dificuldade do equipamento devem ser adequados aos usuários ou faixa etária a que está dirigido

h) As roscas de parafusos salientes acessíveis devem ter acabamento de proteção para que não permaneçam cantos afiados. Porcas, pinos e parafusos devem ser resguardados contra afrouxamento com o uso. Os componentes não devem ter quaisquer cantos afiados ou agudos ou protuberâncias em qualquer posição que represente perigo para uma criança

i) As partes de madeira dos playgrounds não devem ser tratadas com 'preservantes' tóxicos, como o pentaclorofenol ou seus sais

j) Todas as superfícies destinadas a entrar em contato com os pés devem ser horizontais e uniformes. Pisos ou degraus devem ser espaçados por igual

k) Mesmo com todos os requisitos de segurança estabelecidos pela NBR 16071, é necessária a vigilância de adultos para crianças de 0 a 3 anos.

Entendo ser importante divulgar os cuidados que os americanos têm em áreas de recreação infantil. Com base no Plano de Ação Nacional para Prevenção de Acidentes em Playgrounds, elaborado em 2000, aponto os principais aspectos:  

1) Designar a idade apropriada para uso de cada brinquedo do parque infantil. O brinquedo deve possuir identificação que determine a qual faixa etária é destinado

 2) Instalar superfícies apropriadas em baixo e ao redor dos brinquedos. Essas superfícies devem absorver o impacto e não causar abrasão ou laceração da pele (borracha, produtos de cortiça e de madeira, areia e cascalho fino).

 3) Recomendar supervisão adequada para crianças nos parques infantis. As crianças devem ser sempre supervisionadas, principalmente quando estão subindo, balançando e escorregando nos brinquedos.

 4) Realizar adequada manutenção dos parques infantis. Sugere-se que haja três tipos de inspeções: a diária, a registrada (realizada a cada 1 a 3 meses) e a inspeção certificada, que deverá ser realizada por profissional especializado a cada 8 a 12 meses. Os problemas observados devem ser comunicados imediatamente aos responsáveis pelo parque e, se necessário, ele deve ser interditado.

As crianças precisam brincar; ninguém duvida disso. Mas é preciso brincar em áreas seguras, para que brinquedos e equipamentos não se tornem armas perigosas.

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement