Página Inicial arrow Protegendo-se das Fraudes arrow Assédio sexual no trabalho! Você denunciaria?
Domingo - 29 de Novembro de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase6.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Visite nosso canal no Youtube!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Leão Serviços
FL Terceirização
Crimes & Acidentes
Grupo Padrão
Grupo GP
Full
Méthodo Gestão Educacional
Lordello Consultoria
ASC Service
Life Condomínios
Protecães
Terras de Gênova
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Good Clean
NR Service
Grupo Titanium
QAP Segurança
Top Clean
Comunicação Juridica
Porto Service
Wall Service
JSEG Vigilância
Condomínio em Foco
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Vip
Pro Security
ATS Terceirização
Avitran
Seguridade
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Assédio sexual no trabalho! Você denunciaria? Email

O que sente uma mulher ao andar por uma rua e ouvir, dirigida a ela, a expressão "gostosa“? Algumas podem até se sentir lisonjeadas, outras vão sofrer constrangimento.

No Brasil, esse tipo de “brincadeira de mal gosto” não é permitida pela legislação penal. Por outro lado, se uma funcionária é chamada de gostosa pelo chefe, em seguida sofre "cantadas", depois propostas indecentes e, culminando, ameaça de perder o emprego, caracteriza, essa atitude dentro do ambiente de trabalho, inequivocamente, a prática do crime de Assédio Sexual.

Os comportamentos mais comuns envolvem coerção,  que nada mais é que a intimidação e a chantagem em troca de "favores" sexuais, seja de forma declarada ou não. Podem ser gestos e insinuações, sempre partindo de um superior ou de algum colega de trabalho que tenha mais poder. Se não houver reciprocidade, a pressão em torno da pessoa assediada é grande e, em geral, acaba pondo em jogo seu emprego ou o cargo que está ocupando.

Mas por que as mulheres denunciam pouco?

1) O medo de represálias, ou seja, perder o emprego ou serem rebaixadas de função.

2) Não querer se expor ao ridículo diante dos colegas, familiares e amigos, que, muitas vezes, podem duvidar de sua imparcialidade na situação

3) Receio de perder a carta de referência do emprego  

4) Por simples dificuldade de falar

5) Por acreditar que não há recursos na empresa para tratar de maneira eficaz o problema, ou seja, a  empresa não oferece abertura para se falar sobre esses assuntos

6) Por achar que não tem provas suficientes para incriminar o molestador  

7) Por não saber a quem recorrer.

Pesquisas revelam que 90% dos crimes de assédio sexual são praticados por homens contra mulheres. 9% são praticados por mulheres contra homens. 1% é praticado por pessoas do mesmo sexo.

De acordo com a lei penal, o sujeito ativo do crime deve ser, necessariamente, superior hierárquico, excluindo aqueles que exercem a mesma função ou cargo inferior.

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement