Página Inicial arrow Pergunte ao Dr. Lordello arrow Quais os sintomas que denunciam que meu celular foi clonado e quais as dicas para evitar a clonagem?
Quarta-feira - 08 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase2.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

Grupo Vip
ATS Terceirização
NR Service
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Avitran
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Wall Service
Porto Service
Crimes & Acidentes
Pro Security
Condomínio em Foco
Protecães
FL Terceirização
QAP Segurança
Comunicação Juridica
Seguridade
Terras de Gênova
Top Clean
Full
Leão Serviços
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Good Clean
Grupo Padrão
JSEG Vigilância
Life Condomínios
Grupo GP
Lordello Consultoria
Méthodo Gestão Educacional
Grupo Titanium
ASC Service

Quem está On-line

Nós temos 1 visitante online
Quais os sintomas que denunciam que meu celular foi clonado e quais as dicas para evitar a clonagem? Email

A febre de clonagem de linhas telefônicas vêm aumentando assustadoramente. Quando menos se espera, o usuário percebe que a conta do celular aumentou e, ao analisar o extrato, encontra ocorrências completamente fora das habituais, como ligações para diversos Estados e até mesmo para outros países.

· Como descobrir se seu telefone foi clonado?
Alguns sintomas denunciam a ação criminosa, tais como:

      a) O usuário passa a ter dificuldades em completar ligações;

      b) Amigos ligam para seu número e quem atende é pessoa desconhecida, dizendo que houve um engano;

      c) O valor da conta telefônica torna-se incompatível com o uso;

      d) O usuário recebe várias chamadas de cidades distantes e de pessoas desconhecidas.

Se você notar algumas dessas ocorrências em sua linha telefônica, entre em contato imediatamente com a operadora e comunique suas suspeitas.

Para a clonagem de linhas celulares, os marginais necessitam, basicamente, do número da linha (CDMA ou TDMA) e do número de série, que se encontra na parte interna do aparelho, geralmente atrás da bateria.

Para dificultar a ação de quadrilhas especializadas, o usuário de telefone celular pode precaver-se com as seguintes medidas:

1. Ao desembarcar em aeroportos ou rodoviárias, não ligue o celular. Nesses casos, os aparelhos podem operar em roaming, que é o serviço que permite receber e fazer ligações fora da área de cobertura da operadora. Só que, muitas vezes, o celular passa a funcionar no modo analógico, em que a comunicação entre o aparelho e a estação rádio-base da operadora é feita por ondas de rádio FM, que não são encriptadas, como no modo digital. Assim, criminosos se posicionam com um aparelho denominado scanner, que captura as informações das pessoas que ligam seus celulares em aeroportos e rodoviárias. Jamais ligue seu telefone celular após desembarcar em outra cidade. Somente ligue o aparelho após sair de um raio de dois quilômetros;

2. Não empreste seu telefone celular para desconhecidos;

3. Somente leve seu celular para conserto em lojas autorizadas;

4. Se alguém ligar para você, identificando-se como representante de sua operadora e pedindo para apertar algumas teclas de seu aparelho, desligue imediatamente, pois estão querendo clonar sua linha celular.

 

< Anterior   Próximo >