Página Inicial arrow Dicas Especiais arrow Spray de gengibre pode impedir briga ou ataque sexual?
Domingo - 05 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase6.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Wall Service
Grupo Padrão
Pro Security
Leão Serviços
Comunicação Juridica
Méthodo Gestão Educacional
ATS Terceirização
NR Service
Terras de Gênova
Top Clean
FL Terceirização
Life Condomínios
Full
Grupo Titanium
Grupo Vip
Grupo GP
Condomínio em Foco
Avitran
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Protecães
Porto Service
Lordello Consultoria
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Good Clean
JSEG Vigilância
Seguridade
QAP Segurança
ASC Service
Crimes & Acidentes
Método Lordello de Treinamento em Segurança

Quem está On-line

Nós temos 2 visitantes online
Spray de gengibre pode impedir briga ou ataque sexual? Email

Reagir a assalto à mão armada, definitivamente não é uma atitude recomendada. De 80 a 90% das pessoas que enfrentam ladrão que porta revolver ou mesmo uma faca, são lesionadas e muitas vem a falecer. Portar algum tipo de armamento também não é solução, pois a principal “arma” dos bandidos é o efeito surpresa.

Por outro lado, podem acontecer no cotidiano situações de estresse e mal entendidos que levem a possibilidade de confusões, discussões ou, lamentavelmente, até a brigas. E aí, o que fazer? Quem for mais forte, violento ou tiver conhecimentos em lutas marciais, é claro que poderá levar vantagem sobre seu oponente. Nesses casos, não reagir é o mesmo que pedir para apanhar e até correr risco de morte. É evidente que o ideal é não entrar no olho do furação.

Na maioria das vezes, é possível “engolir sapo”, pedir desculpas ou até mesmo se rebaixar para evitar um mal maior.

O velho ditado “quando um não quer, dois não brigam”, não é uma verdade incontestável. Imagine uma moça que saiu de uma balada e se encaminha para onde estacionou o carro. De repente, é abordada por rapaz forte e totalmente embriagado que deseja beijá-la ou se acha no direito de manter algum tipo de contato sexual, mesmo sem seu consentimento. Inúmeras brigas ocorrem diariamente no trânsito brasileiro, em alguns casos, temos até o evento morte.

Qual seria a melhor postura nesses tipos de ocorrência, quando esgotadas todos as alternativas de conciliação?

Os americanos optam pelo spray pimenta, que é considerado armamento não letal e capaz de conter a volúpia do agressor.

Ocorre que, no Brasil, o spray pimenta, assim como a arma de choque Taser, são produtos controlados pelo Exército e de uso restrito dos órgãos de segurança pública e empresas privadas de vigilância. A compra desses armamentos não letais por civis, através da internet ou contrabando, é considerada ilegal e passível de responsabilização criminal.

A novidade no mercado, é o Spray de Gengibre, que é produzido à base de produtos naturais não-tóxicos e não-corrosivos à pele. Para cortar o efeito, basta lavar o rosto com água em abundância.

O spray de gengibre tem por objetivo manter o oponente ou agressor à distância, impedindo-o de abrir os olhos por vários minutos.

Assim, a pessoa que não deseja entrar em vias de fato, terá tempo suficiente para deixar o local e evitar o embate.

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement