Página Inicial arrow Dicas Especiais arrow Como lidar com parceiro(a) ciumento(a)?
Domingo - 05 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase4.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Visite nosso canal no Youtube!
Siga-nos no Twitter!

Nossos Parceiros

Avitran
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Protecães
Porto Service
Lordello Consultoria
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Good Clean
Crimes & Acidentes
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Wall Service
Grupo Padrão
JSEG Vigilância
Seguridade
QAP Segurança
ASC Service
Life Condomínios
Full
Grupo Titanium
Grupo Vip
Pro Security
Leão Serviços
Comunicação Juridica
Méthodo Gestão Educacional
ATS Terceirização
NR Service
Terras de Gênova
Top Clean
FL Terceirização
Grupo GP
Condomínio em Foco

Quem está On-line

Como lidar com parceiro(a) ciumento(a)? Email

Em recente pesquisa, cientistas do Canadá e dos EUA, descobriram que quando as pessoas estão preocupadas com o afeto do parceiro, a tendência é dar maior visibilidade ao relacionamento.

O estudo ainda apontou que essa insegurança pode se traduzir na seguinte atitude: inserir fotografia ao lado do(a) parceiro(a) no perfil do Facebook. Você concorda com essa colocação?

Na Inglaterra, um escritório de advocacia analisou 200 pedidos de divórcios e encontrou o Facebook como responsável por mais de um terço deles. Com o advento das redes sociais, ficou fácil para parceiros inseguros rastrearem a vida das pessoas amadas; basta um smart phone na palma da mão.

O problema é que um simples bate-papo entre duas pessoas pode aumentar, sobremaneira, sentimentos como ciúmes e possessividade.

Ciúmes nada mais é que o medo de perder alguém que se gosta e, geralmente, é caracterizado por situações de exagero.

A insegurança na relação faz o ciumento se transformar em um verdadeiro controlador da liberdade do outro, chegando a podar qualquer atividade que o parceiro queira fazer sem que ele esteja presente. 

Nessa fase, é comum a checagem de informações em redes sociais, culminando com atitudes como vasculhar o celular e computador do parceiro(a).

A pessoa ciumenta sofre muito, mas o parceiro também passa a vivenciar esse estresse.

Aquele que sofre com as cobranças passa a se sentir em uma verdadeira prisão. Se o problema for de falta de confiança, quando é comum as constantes acusações de infidelidade sem nenhuma evidência, fruto apenas de delírio emocional, ambos passam a sofrer; a tranquilidade vai embora e a tendência é a separação ou infelicidade total.

Quem convive com ciumento deve aprender a colocar limites e não alimentar a dinâmica doentia do parceiro(a). Não deve deixar de fazer suas coisas ou falar com amigos e familiares só porque o outro deseja.

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement