Página Inicial arrow Dicas Especiais arrow Mulheres carentes. Agressivos presentes!
Domingo - 05 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase3.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Wall Service
Grupo Padrão
Pro Security
Leão Serviços
JSEG Vigilância
Seguridade
QAP Segurança
ASC Service
Crimes & Acidentes
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Comunicação Juridica
Méthodo Gestão Educacional
ATS Terceirização
NR Service
Terras de Gênova
Top Clean
FL Terceirização
Life Condomínios
Full
Grupo Titanium
Grupo Vip
Grupo GP
Condomínio em Foco
Avitran
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Protecães
Porto Service
Lordello Consultoria
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Good Clean

Quem está On-line

Mulheres carentes. Agressivos presentes! Email

O antigo ditado “antes só do que mal acompanhada”, deveria servir de alerta para as mulheres, principalmente para as que passam por carência afetiva.

Muitas acabam aderindo ao jargão popular: “Ruim com ele, pior sem ele”.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), no final de novembro/2014, publicou pesquisa mostrando que o nível de violência contra a mulher atingiu índices inaceitáveis no mundo. Uma das principais conclusões, é que uma em cada três mulheres do planeta sofre algum tipo de violência durante relacionamento afetivo. O nível de agressividade é tão grande e perverso, que cerca de 140 milhões de mulheres já sofreram mutilação genital e 7% do chamado “sexo frágil” corre risco de estupro durante a vida.

Outro dado que chamou a atenção, é que 70 milhões de crianças e adolescentes do sexo feminino foram obrigadas a casar contra a vontade.

No Brasil, o número de mulheres estupradas anualmente supera o volume de homicídios dolosos.            

Em junho/2014 lancei o livro “Paixões Perigosas”, pela Editora Sicurezza, onde mostro, através de 14 histórias reais, que é grande o despreparo psicológico nos relacionamentos afetivos, que têm três pontos nevrálgicos que podem promover a violência: ciúmes, possessividade e traição. Mas como saber se a pessoa que estou interessada é agressiva?

Só o tempo é capaz de mostrar isso a você, portanto, tenha paciência e calma antes de oficializar namoro. Quando o assunto é amor, devemos agir da mesma forma que antes de concluir negócio: tirar informações da outra parte. As redes sociais são excelentes ferramentas para “investigar” pretendentes.

Boas empresas não contratam funcionários do dia para a noite. Existe processo demorado de recrutamento e seleção, com o intuito de conhecer a fundo o candidato, identificando, assim, se ele atende as necessidades da firma e se é idôneo. Portanto, se você deseja ter relacionamento sadio, não se precipite.

Quando estamos conhecendo alguém, devemos usar mais a razão do que a emoção. Lembre-se que cautela e caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement