Página Inicial arrow Evitando Acidentes arrow Por que só 20% dos compradores atendem chamamento para recall gratuito de seus veículos?
Quarta-feira - 22 de Janeiro de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase5.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

Méthodo Gestão Educacional
Pro Security
Top Clean
Terras de Gênova
Wall Service
Leão Serviços
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Avitran
Good Clean
Crimes & Acidentes
QAP Segurança
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Protecães
JSEG Vigilância
Porto Service
Comunicação Juridica
Full
Seguridade
Condomínio em Foco
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Grupo Titanium
Grupo GP
ATS Terceirização
NR Service
ASC Service
Grupo Padrão
Grupo Vip
Life Condomínios
FL Terceirização
Lordello Consultoria

Quem está On-line

Por que só 20% dos compradores atendem chamamento para recall gratuito de seus veículos? Email

Um advogado americano, especialista em ações indenizatórias, afirmou, recentemente, que identificou 29 casos de mortes de motoristas geradas em razão de acidentes de trânsito causados por defeito grave de fabricação do sistema de ignição. Essa falha pode desligar abruptamente carros em movimento, além de desativar air bags.

A General Motors já recebeu 1.371 queixas envolvendo mortes e ferimentos. O defeito mencionado levou a um recall de 2,6 milhões de veículos este ano.

No Brasil, a citada montadora convocou os proprietários das 1.795 unidades do Sonic 2014, para o agendamento de inspeção e eventual substituição do tanque de combustível, pois um problema na fabricação do reservatório pode ocasionar vazamentos com risco de incêndio.

O problema é que a média de donos de autos que atendem ao chamado do gratuito recall, é de apenas 20%. Em 2014, no Brasil, tivemos 64 campanhas de recall, contabilizando quase 1 milhão de veículos. Aproximadamente 800 mil não foram levados às concessionárias para a verificação.

É importante salientar, que não há data limite para o recall; a qualquer tempo o proprietário poderá solicitar. Ocorrendo dano moral ou material por causa de defeito de fabricação, o consumidor tem prazo de cinco anos, a partir da data do incidente, para pedir indenização.

É importante saber, que o não comparecimento do dono do veículo a um recall não exime a responsabilidade da montadora. Se o consumidor perder mais de um dia de trabalho ou ter que se dirigir a outra cidade para fazer o recall, poderá se socorrer da Justiça para pedir o ressarcimento desses custos

 

 

Dr. Jorge Lordello 

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement