Página Inicial arrow Seqüelas da Violência arrow Você já disse isso: não estou suportando mais viver!
Sexta-feira - 28 de Janeiro de 2022

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase5.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

NR Service
Grupo Padrão
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Lordello Consultoria
Crimes & Acidentes
FL Terceirização
Grupo Vip
ATS Terceirização
Seguridade
Porto Service
Avitran
JSEG Vigilância
ASC Service
Grupo Titanium
Full
Condomínio em Foco
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Top Clean
Good Clean
Comunicação Juridica
Terras de Gênova
Life Condomínios
Grupo GP
Pro Security
Leão Serviços
QAP Segurança
Wall Service
Protecães
Méthodo Gestão Educacional

Quem está On-line

Você já disse isso: não estou suportando mais viver! Email
Um príncipe chinês orgulhava-se de sua rara coleção de porcelana, que era constituída por doze pratos. Certo dia, um dos servos, em momento infeliz, deixou que se quebrasse uma das peças. Tomando conhecimento do desastre e possuído pela fúria, o príncipe condenou à morte o desastrado. A notícia tomou conta do Império, e, às vésperas da execução, apresentou-se um respeitado sábio, já bastante idoso, que se comprometeu a devolver a ordem à coleção, se o rapaz fosse perdoado. Emocionado, o príncipe reuniu sua corte e aceitou a oferenda do ancião. Este solicitou que fossem colocados todos os pratos restantes sobre uma toalha de linho e os pedaços da preciosa porcelana fossem espalhados em volta do móvel. Atendido na sua solicitação, o sábio, num gesto inesperado, puxou a toalha com as preciosas porcelanas, projetando-as, bruscamente, sobre o piso de mármore, consequentemente, destruindo todas. Tomadas de surpresa, as pessoas presentes ficaram atônitas. Em seguida, o sábio diz: “ Aí estão, senhor, todos iguais, conforme prometi. Agora podeis mandar me matar. Como essas porcelanas valem mais do que vidas, e considerando que sou idoso e já vivi além do que deveria, sacrifico-me em benefício dos que poderiam vir a morrer no futuro, quando cada uma dessas peças fosse quebrada. Assim, com a minha existência, pretendo salvar doze vidas, já que elas, diante desses objetos, nada valem”. Passado o choque, o príncipe, comovido, libertou o sábio e o servo. Diariamente, em delegacias em todo mundo, são registradas ocorrências de suicídios e de pessoas que atentaram contra a própria vida, mas não obtiveram êxito. É difícil entender atitudes tão insensatas. Se a vida é o maior patrimônio, por que tanta gente prefere morrer? Um problema, analisado de forma isolada, pode assumir proporção gigantesca, mas quando sob uma ótica ampla e holística, perde força e o sentimento negativo é amenizado. O segredo, é todas as manhãs, ao acordar, valorizar suas conquistas e as pessoas importantes na sua vida. Se porventura, tem algo faltando e isso incomoda, você terá apenas dois caminhos a seguir: 1)Se esforçar ao máximo para tentar superar, e se não conseguir, aceitar, pacificamente, suas limitações 2)Esconder embaixo do tapete e procurar outras metas apaixonantes.
 
Dr. Jorge Lordello 
 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement