Página Inicial arrow Dicas Especiais arrow Relacionamento explosivo com parceiro possessivo,ciumento e agressivo
Domingo - 05 de Abril de 2020

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase5.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Conecte-se ao Facebook!
Visite nosso canal no Youtube!

Nossos Parceiros

Pro Security
Leão Serviços
Comunicação Juridica
Méthodo Gestão Educacional
ATS Terceirização
NR Service
Terras de Gênova
Top Clean
FL Terceirização
Life Condomínios
Full
Grupo Titanium
Grupo Vip
Grupo GP
Condomínio em Foco
Avitran
Associação Nacional de Agentes de Segurança
Protecães
Porto Service
Lordello Consultoria
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Good Clean
JSEG Vigilância
Seguridade
QAP Segurança
ASC Service
Crimes & Acidentes
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Wall Service
Grupo Padrão

Quem está On-line

Relacionamento explosivo com parceiro possessivo,ciumento e agressivo Email

Uma juíza de direito de São Paulo está respondendo ação penal. Teria ordenado "grampo telefônico" de ex-namorado, por conta de rancor e animosidade, em razão do término do romance. Relacionamentos conflituosos, geralmente, têm como pano de fundo dois ingredientes explosivos: ciúmes e possessividade. Já ouviu a frase: "O que você está pensando neste momento?" É como se a pessoa com que está se relacionando desejasse ter acesso permanente a tudo que passa por sua mente. Qual seria sua atitude se descobrisse que seu namorado(a) bisbilhotou seu telefone celular ou caixa de e-mails? Ao se conhecer alguém, supostamente interessante, se inicia a chamada "fase de conhecimento", que serve como "teste drive" para se analisar possibilidade de um passo à frente. Nesse período, a razão deve sobrepujar a emoção, pois não sabemos com quem estamos lidando. Imagine uma jovem que conheceu belo rapaz em festa da faculdade. Na hora de ir embora ele gentilmente diz: "Posso lhe oferecer carona para casa?" Será que é prudente aceitar? Claro que não, não houve tempo suficiente para adquirir confiança necessária para se entrar em carro de estranho. Muitas mulheres são cotidianamente ameaçadas, agredidas e assassinadas friamente por aqueles que se diziam apaixonados. O sentimento de posse, o ciúmes exarcebado, a incapacidade de ouvir a palavra "não" e o descontrole emocional são ingredientes que provocam a prática desses delitos. A pessoa com quem você se relacionando exagera de vez quando no uso de bebida alcoólica e fica agressivo? Você se sente, às vezes, com medo por estar ao lado de seu parceiro? Ele já lhe ofendeu com palavras, gritou contigo, pegou-a pelo braço com força ou chegou a agredi-la fisicamente? Após momento de descontrole, vem o arrependimento e pedido de desculpas. Às vezes lágrimas são usadas para comover, juntamente com flores ou presentes, e, por fim, a fatídica frase: "Meu amor, prometo que vou melhorar e não farei mais isso com você". O que algumas mulheres esquecem é que essa promessa já foi dita outras vezes... O perigo é que o próximo ato de descontrole será sempre mais intenso que o último, pois sem tratamento psicológico o problema irá se agravar. Mas por que muitas mulheres ofertam a segunda, terceira, quarta e tantas outras chances ao parceiro ciumento e possessivo? Pessoas que sofrem de carência afetiva, infelizmente, não aceitam o antigo jargão popular: "Antes só que mal acompanhado".

Dr. Jorge Lordello

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement