Página Inicial arrow Residências arrow O botijão da sua cozinha está seguro?
Domingo - 22 de Setembro de 2019

Segurança da Mulher

Assédio Sexual
Dicas Especiais

Segurança no Trabalho

Incêndio

Segurança da Informação

Espionagem Industrial

Frases do Dr. Lordello

frase7.png

Enquete

Quais as razões para o aumento da criminalidade?
 

Cadastre-se no Portal

Cadastre-se no Portal e receba nossos informativos periodicamente, além de concorrer a livros e convites para palestras.

:




Redes Sociais

Siga-nos no Twitter!
Conecte-se ao Facebook!

Nossos Parceiros

Grupo Padrão
Top Clean
Grupo GP
Pro Security
Associação Nacional de Agentes de Segurança
NR Service
Lordello Consultoria
Comunicação Juridica
Grupo Vip
JSEG Vigilância
Seguridade
Porto Service
ASC Service
QAP Segurança
Full
Grupo Titanium
FL Terceirização
Ganhe mais visibilidade. Anuncie aqui!
Terras de Gênova
Método Lordello de Treinamento em Segurança
Wall Service
Condomínio em Foco
Life Condomínios
Leão Serviços
Good Clean
Méthodo Gestão Educacional
Protecães
Crimes & Acidentes
Avitran
ATS Terceirização

Quem está On-line

Nós temos 2 visitantes online
O botijão da sua cozinha está seguro? Email

A explosão no restaurante Filé Carioca, no centro do Rio de Janeiro, provocou as necessárias reflexões quanto aos procedimentos relativos aos alvarás provisórios emitidos pelas prefeituras. Outro assunto relevante que veio à tona, se refere à prevenção de acidentes com botijões de gás. 95% dos lares brasileiros utilizam o chamado GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), conhecido popularmente como gás de cozinha. Poucos consumidores do produto sabem que o gás de botijão possui substância odorizante para que se perceba, pelo cheiro, quando está ocorrendo vazamento, pois sua aspiração em local fechado pode provocar morte por asfixia. O GLP é um gás demasiadamente pesado, por isso tem facilidade de se acumular no ambiente. Em caso de vazamento constante em locais com poucas áreas de escape, o gás, geralmente, fica acumulado a uma altura de 1.5 metros do chão, diferentemente do gás natural, que tem maior capacidade de dispersão, o que facilita os meios de fuga. A questão é grave e envolve a segurança da família, portanto, preparei para o amigo leitor diversas dicas para quem tem fogão em casa: 1) Verifique os prazos de validade da mangueira, juntas metálicas e regulador de pressão. Essas peças devem ter certificado do Inmetro 2) Se ocorrer vazamento na mangueira ou válvula de pressão, feche imediatamente o registro. Se o vazamento for no próprio botijão de gás, a solução é retirar o regulador de pressão 3) A mangueira deve ser trocada a cada 5 anos, pois corre risco de ressecar e provocar vazamento. A mangueira, que não deve ter mais de 80 centímetros, não pode ser embutida na parede nem ter emendas ou passar por traz do botijão. Instale-a longe de ralos e tomadas de força 4) O regulador de pressão deve ser rosqueado com a força das mãos, jamais com ferramentas 5) Se o leitor cobriu o botijão da cozinha com plástico ou pano que serve como enfeite, aconselho retirar imediatamente, pois são materiais altamente inflamáveis. O botijão deve ficar na parte externa da casa ou do comércio, jamais dentro de pia ou armário. 6) Limpe com frequência os queimadores (bocal) do fogão, desentupindo os buraquinhos. A chama deve ter cor azulada. 7) Jamais adquira botijão de gás clandestino, enferrujado ou amassado. 8) Ao sentir cheiro de gás no ar, não ligue luz e não acenda fósforos ou isqueiro. Procure abrir janelas e portas e feche rapidamente o regulador de pressão instalado encima do botijão de gás. O ato de cozinhar é importante e requer também muita segurança.

 

Dr. Jorge Lordello

 

< Anterior   Próximo >
 AdvertisementAdvertisement